Internet que data primeira data

Nesse momento, surge o protótipo da primeira rede de internet, a Arpanet (Advanced Research Projects Agency Network). Assim, no dia 29 de outubro de 1969 foi estabelecida a primeira conexão entre a Universidade da Califórnia e o Instituto de Pesquisa de Stanford. Foi um momento histórico, uma vez que o primeiro e-mail foi enviado. Criação ... Publicadas as listaxes de persoas admitidas e excluídas, con data 12 de xuño de 2020, iníciase a fase de asesoramento para as persoas admitidas, segundo o establecido na Orde do 29 de novembro pola que se convocou o proceso de acreditación de competencias. A internet permitia que vários computadores se comunicassem em uma única rede. A tecnologia continuou a crescer na década de 1970, depois que os cientistas Robert Kahn e Vinton Cerf desenvolveram o Protocolo de Controle de Transmissão e o Protocolo de Internet, ou TCP/IP, um modelo de comunicação que estabeleceu padrões para a transmissão de dados entre várias redes, usado até hoje. Desenvolvimento da Internet . Foi somente no ano de 1990 que a Internet começou a alcançar a população em geral. Neste ano, o engenheiro inglês Tim Bernes-Lee desenvolveu a World Wide Web, possibilitando a utilização de uma interface gráfica e a criação de sites mais dinâmicos e visualmente interessantes. A data chama a atenção para a importância de atos solidários de amor ao próximo. Mesmo na pandemia, diversas ações fazem a diferença na vida das pessoas, através da internet. Esse foi um dos meios que a jornalista Brenda Chérolet encontrou para continuar exercendo a A internet é o conjunto de redes de computadores que, espalhados por todas as regiões do planeta, conseguem trocar dados e mensagens utilizando um protocolo comum.. Este protocolo compartilhado pela internet é capaz de unir vários usuários particulares, entidades de pesquisa, órgãos culturais, institutos militares, bibliotecas e empresas de todos os tipos em um mesmo acesso. Como avó babada, e assumida, que é, Dolores Aveiro foi o primeiro elemento do clã Aveiro a assinalar a data publicamente. 'Parabéns EVA e MATEO, que tenham muita saúde e alegria pelas vossas ... Sim, em alguma data o primeiro site de compra e venda precisou ser criado, logo depois que computadores pessoais com acesso ao mundo WWW começaram a entrar na casa das pessoas. No caso, a primeira transação da história do e-commerce aconteceu em 1994 e o produto envolveu a música. Conheça a história: 1. Polêmica da pizza Como Fazer meu CPF Pela Primeira Vez, Para Crianças e Adolescente Faça em Casa pela Internet. Para fazer seu CPF pela primeira vez é muito fácil como todas as postagens que faço aqui no blog, irei te mostrar passo a passo como você pode fazer seu CPF pela Internet sem Sair de Casa. AUSTIN, Texas, 7 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- A Open Compute Project Foundation (OCP) anunciou hoje que o provedor de data center de Singapura, SpaceDC Pte Ltd, obteve a certificação OCP ...

Era só preconceito mesmo

2020.09.21 05:42 zaratustra_da_persia Era só preconceito mesmo

Politicagem, melhor dizendo. Agora há pouco vi uma propaganda na SBT em que eles parabenizavam o povo de Israel por seus 5000 e poucos anos de história. Isso me incomodou. É normal que, para uma pessoa secular, as primeiras referências em que pensamos sejam a relação que essa (e algumas outras) emissoras tenham com o atual governo, além é claro da capacidade sobrenatural que os bolsonaristas "patrióticos" têm de honrar ao mínimo a bandeira de três nações diferentes (o que não é bem um problema, mas é contraditório).
Às vezes eu penso como um determinado programa de tv, ou mesmo a internet, pode influenciar o subconsciente do povo. Por exemplo, um brasileiro evangélico médio que tenha prestado um pouco mais de atenção na bíblia com certeza não vai achar que há muito mais tempo de história humana antes da época de Jesus (de fato, o início da história do povo hebreu data a faixa de 3000 e 2000 a.C.). O fato de essa informação ser transmitida a esse indivíduo por uma emissora que ele provavelmente segue ou admira corrobora com sua crença em uma suposta importância superestimada nessa data (de 5000 anos atrás) e ignora todo um aspecto intelectual que poderia ser mais vantajoso a ele, como a história de outros povos que foram mais relevantes ou a história da humanidade em si.
(O parágrafo acima pode ter sido um pouco exagerado)
E então eu vi que eu fique irritado porque um canal de televisão fez algo que não machucou ninguém, não ofendeu ninguém e nunca vai afetar a minha vida de jeito algum. Tipo, dá pra perceber o quão idiota eu tava sendo? Por tudo o que o povo judeu passou e sofreu ao longo de sua história é até correto que se dê alguma visibilidade a eles.
Eu esqueci que eu já tinha tomado a decisão de não me estressar com toda a m*rda ideológica que percorre por nosso país, a aceitar que sempre haverão pessoas burras e inteligentes e que ninguém nunca estará totalmente certo.
Tenho pena daqueles que perdem a paz com um comercial de 15 segundos.
submitted by zaratustra_da_persia to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 15:11 FlavioKD9 Estou desistindo de mim

Bom, cá estou eu novamente desabafando porque não tenho com quem conversar sobre isso.
Esse fim de semana foi a gota d'água, e acho que não só pra mim, pela primeira vez eu vi minha mãe chorar e dizer que não consegue ser feliz no trabalho nem em casa. Eu tentei (e consegui) por muito tempo fingir que eu estava bem, só que as coisas estão piorando, noites sem dormir, várias vezes quando meus pais estão em casa eu vou no banheiro pra chorar, e não ando tão animado assim quando eu era há uns 5 anos atrás.
Tenho tido várias crises de ansiedade, começa a me faltar o ar, coração acelera, e eu começo a chorar. Todo dia tenho uma, só que durante a semana, meus pais trabalham a maior parte do dia, basicamente só vejo eles de noite, então dá pra esconder. Já pensei várias vezes em me matar, porque seria a opção mais rápida e fácil.
Eu fui criado em uma família evangélica, sempre acreditei em Deus e tudo. Só que estou sentindo que se ele existiu e existiram vidas passadas, eu fui uma pessoa que jogou pedra na cruz. Nasci com uma pancada de problemas respiratórios, vivi minha infância toda indo no hospital, meus pais não tinham casa própria, eles moravam com minha avó, que na verdade era um quarto que cabia uma cama e algumas outras coisas. Meus pais passaram por muitos problemas, e eu me acho um lixo por estar pensando em me matar hoje, sendo que eles passaram por coisas piores. Só que eu sinto uma dor que não dá pra explicar, e eu só quero que ela suma pra sempre.
Sou uma pessoa muito sonhadora e odeio isso. Sonho em namorar uma cantora famosa que eu acompanho a quase 10 anos. Sonho em compartilhar coisas maravilhosas da vida com essa pessoa. Sonho em viver de música, poesia, arte, atuação, produção pra rede social. Sonho em ser rico e poder ajudar pessoas que não tem condição de ter um prato de comida na mesa. Sonho em ajudar pessoas com a arte, porque muitas pessoas me ajudam hoje, acredito que a arte é o que me mantêm. Sempre fui ligado a música, nesse momento enquanto escrevo esse post, estou escutando música. Parece que é um filme, e a trilha sonora tá tocando sempre.
Só que ao mesmo tempo, há outros empecilhos que me frustram e pensam que eu nunca vou conseguir realizar um sonho. Tenho mordida aberta, e consequentemente problemas na fala, odeio minha voz, odeio minha aparência, na verdade, não gosto de nada em mim. E já não é de hoje. Eu sempre quis ser muito sociável, mas nunca consegui manter amigos. Hoje, me vejo sozinho e nem estou aberto a ser sociável.
Vivi mais de 10 anos da minha vida fazendo tudo sozinho. Eu aprendi a ficar sozinho, tanto que hoje, eu não consigo ficar tanto com meus pais, e eu sei que isso machuca eles. Eu tento ficar, mas logo surge um comentário racista, uma piada sem graça, ou então ficam reclamando do trabalho. Eu sinto que eu sou o problema, porque se eles não tivessem um filho pra cuidar, eles não teriam que se matar de trabalhar, meu pai poderia ter seguido o sonho dele, minha mãe podia ter estudado.
Eu sei que sou uma pessoa ingrata, que tem um bilhão de pessoas em situações milhões de vezes piores que a minha. Só que eu também sei que eu tenho uma data limite, que eu to chegando nela. Eu tô desistindo de mim, quando começo alguma coisa, no começo eu fico empolgado, só que logo penso que nunca vou ser bom naquilo, e logo desisto. Como já falei dos sonhos, eu penso neles, mas logo vem o famoso "você nunca vai conseguir isso, nem tenta", e cada vez que isso acontece, parece ser mais certo que não vai acontecer.
Tenho 22, era pra mim estar começando a realizar meus sonhos, mas eu estou aqui, sem conseguir conversar com alguém que não seja uma pessoa desconhecida na internet, sem conseguir forças pra levantar da cama de manhã. Eu comecei a meditar semana passada, e foi uma das poucas coisas que aliviou um pouco minha ansiedade. Mas, depois de uma hora, ela volta e volta pior. Resumidamente, eu não sei mais o que fazer, eu to desistindo de mim mesmo, vendo meus sonhos fugirem pela janela, vendo o tempo passar, vendo as pessoas realizarem os sonhos delas. Nem sei porque estou escrevendo esse post, se daqui 1-2 dias tudo vai voltar a estaca zero.
submitted by FlavioKD9 to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 01:34 XxolivertwistxX Hoje eu provavelmente perdi uma oportunidade de vida

E ai, como estamos? Achei que ia ficar curto, mas acabei me alongando, sorry.

Pois bem. Até dia 08 de Setembro estão rolando inscrições para um processo seletivo de Trainee da Ambev. Dentre todos os requisitos, o mais rígido era conclusão da graduação entre Dez/2018 e Dez/2020, no qual, com uma pequena ressalva, eu me encaixo, mas nesse assunto eu volto daqui a pouco.
A informação do processo seletivo chegou pra mim através de um amiga de infância, da mesma idade que eu (20 e poucos anos) que é casada com um cara que trampa lá dentro. Iniciei minha inscrição pela plataforma disponibilizada pela empresa e ontem, quando fui finalizá-la, topei com uma caixa em que eu deveria apontar como tinha descoberto o processo seletivo, sendo uma das opções a "indicação", bastando colocar o nome e email da pessoa que havia me indicado. Voltei a falar com essa amiga, perguntei se poderia utilizar o nome e email do cônjuge dela e a resposta foi positiva. Já deu aquele gás. Finalizei as respostas e foi isso.
Hoje de manhã, acordei com mensagens dela, me mandando alguns prints de que o cara havia recebido uma notificação a respeito da minha menção, pedindo uma confirmação de que ele realmente teria me indicado. O cara confirmou E AINDA FOI ALÉM. Falou direto com uma das pessoas responsáveis dentro do RH, falando da minha inscrição. Em resposta, essa pessoa mandou um áudio, dizendo com todas as palavras que eu deveria enviar meu currículo, para que caso eu fosse barrado em alguma das fases do processo seletivo, ELA ME CONSEGUIRIA UMA ENTREVISTA. Na hora, eu quase não acreditei. Fiquei a manhã toda conversando com essa amiga, ela me deu várias dicas e eu já ia começar JANTAR qualquer coisa que encontrasse sobre a Ambev pela internet. Tava empolgadasso.
O baque veio na hora do almoço. Abri meu email pra dar aquela checada padrão antes de começar a trabalhar e a primeira mensagem era uma resposta, da plataforma, indicando que eu não havia preenchido os requisitos da vaga e INSTANTANEAMENTE eu desabei. Aqui entra a ressalva da minha graduação.
Formalmente, encerro minha graduação em Dez/2020, mas to com o andamento do meu TCC um pouco atrasado. Na hora em que fui preencher o cadastro, a última etapa era composta por algumas perguntas, uma delas a respeito da data de término do curso. Na hora me ocorreu esse detalhe do TCC e NA INOCÊNCIA, encarei aquele questionário de maneira informal indicando o término da graduação pós Dezembro de 2020, sendo provavelmente o que me desqualificou. Essa informação já havia sido requerida em uma etapa de preenchimento anterior, me fugiu completamente o caráter classificatório dessa informação e eu perdi a chance de participar do processo. Não é possível realizar nova inscrição através do meu cadastro existente na plataforma, que também não aceita um cadastro novo em meu nome.
Enfim, de tudo, não sei o que é pior: 1) O fato de provavelmente ter perdido uma oportunidade que eu NUNCA MAIS VOU TER, 2) Ter perdido por COMPLETA INOCÊNCIA ou 3) Não ter qualquer noção de como crescer a partir de uma experiência dessas.
No fundo, me sinto merecedor da desqualificação. Na posição da empresa, jamais contrataria alguém que cometesse um erro desse nível, o que provavelmente vai me fechar a porta da entrevista a parte também. To me sentindo um completo lixo e vim gastar com vocês, porque só tive coragem de conversar sobre isso com a minha mina, mas nem tanto, para não brochá-la demais.
Hoje, recebo 500 conto por um estágio em um escritório de advocacia que caga pra mim. Era uma vaga que literalmente ia mudar minha vida, mas eu perdi.
submitted by XxolivertwistxX to desabafos [link] [comments]


2020.08.19 19:50 anonima-sua-amiga Fui babaca por contar a minha tia que seu marido a traia e me assediava no dia de seu aniversário de casamento?

Oi Luba, editores, possível convidado, gatas e turma que está a ver.
*aviso, essa história ocorreu a 2 anos atrás, quando estava com 12 anos (hoje estou com 14), e também me desculpe pela história gigante, eu quando escrevo qualquer coisa gosto de deixar todos os detalhes*

Eu sempre fui mais próxima da família do meu pai do que da família da minha mãe (nós só nos vemos em datas comemorativas ou em feriados), então eu tinha mais contato com a minha tia, meu primo e meu tio. Minha tia é médica e trabalha muito, então vejo ela com menos frequência, meu tio é policial que trabalha em outra cidade em monitoramento nas estradas, então eu o vejo raramente. Meus tios se casaram por conta do meu primo, porque minha tia engravidou dele e na época ela teve que se casar com meu tio para não dar algum B.O. na justiça (não sei muito bem sobre essas coisas, mas só sei que ela teve que se casar com meu tio por causa do meu primo), na época ela não sentia nada pelo meu tio, e ele igualmente por ela, mas acho que com o tempo eles começaram a se gostar. Desde muito nova meu tio adorava me dar doces e eu como uma bela criança aceitava porque não existe outra coisa que criança mais gosta além de doce; e com os doces que ele me dava, eu comia, brincava, e quando me sentava ele começava a fazer carinho em mim. Na época eu não me importava porque não sabia, mas ele sempre fazia 'carinho' perto dos meus seios e bunda, mas ele fazia de um jeito que me desse sono, então eu não reclamava, já que sempre dormia. Ele também sempre quis ter uma filha, então quando eu ia na casa dos meus tios e eu ficava vendo meu primo jogar videogame (já que eu gosto mais de assistir do que jogar em si), ele sempre ia pro quarto onde estávamos, ficava deitado perto de mim, fazendo carinhos naqueles lugares, sempre dando mais atenção pra mim do que seu próprio filho. Meu primo não sei dizer, não sabia se ele não via ou simplesmente não se importava, porque ele em nenhum momento soube disso. A dois anos atrás, minha tia resolveu fazer um encontrinho entre família e alguns amigos dos meus tios para poder comemorar seu aniversário de casamento pela primeira vez (já que ela nunca comemorava), e me chamou, assim como meus pais, mas eles não podiam pois no dia estavam atolados com trabalho, então fui eu junto da minha avó. A festa correu bem, eu ficava perto dos salgadinhos e as vezes conversava com meu primo, até que chegou a hora de eles fazerem uma reunião entre meus tios. Teve bastantes declarações entre eles e essas coisas fofinhas, até que quando estava prestes a acabar a reunião, eu sai pra poder ir ao banheiro e quando estava voltando para o local, eu sinto alguém me puxar, me oferecendo um doce (não é preciso ser um gênio pra saber que era meu tio). Eu, que nessa época tinha acabado de descobrir sobre assédio e essas coisas (já que meus pais trabalham o dia inteiro e não tinham tempo pra me explicar sobre isso e a minha avó que achava que era melhor meus pais falarem sobre isso comigo e não ela, eu antes disso tudo tinha descobrido o que era assédio na internet e na hora fiquei chocada e horrorizada), eu tinha recusado, dizendo que queria voltar pra reunião o mais rápido possível. Ele me soltou, e disse que estava indo também, e nós dois fomos juntos. Eu estava extremamente desconfortável na sua presença, lembrando de tudo que ele fez, me afastando cada vez mais de seu corpo. Chegando na reunião, quando minha tia falou que quem quisesse se posicionar sobre alguma coisa, poderia. Naquela hora eu estava com uma puta vontade de levantar, então eu fiz e minha tia me permitiu falar. Eu falei pra todo mundo todos os assédios que ele fazia comigo, o estupro que ele quase cometeu comigo também, além de possivelmente trair minha tia; já que quando eu ia na casa deles, os horários que ele saia e voltava eram muito suspeitos, então eu especulei isso (no final eu acertei, já que depois de tudo ele realmente admitiu que traia minha tia). Começou um alvoroço do caralho, minha tia indignada questionando meu tio sobre isso, meu tio me olhando com raiva, meu primo metendo o foda-se ligando pra nada jogando no celular com um olhar confuso, os amigos dos meus tios surpresos, e eu e a minha avó olhando para a cena com um olhar pleno, adorando ver o circo pegar fogo (quando eu descobri o que era assédio, eu contei pra minha avó, por isso que estava pleníssima). Sobre o estupro citado lá em cima, foi em um dia em que eu tinha meu curso de inglês e eu estava 0% disposta a ir, por isso fingi dormir para poder faltar. Meu tio estava lá, e quando ele percebeu que minha avó estava distraída vendo a novela dela, ele veio no meu quarto, subiu em cima de mim, e começou a me tocar em todo lugar. Eu estava fingindo dormir, para poder tirar minhas conclusões de se aquilo era realmente assédio mesmo (eu já tinha a conclusão, mas eu queria ver até onde meu tio seria capaz de ir), e quando eu percebi que ele estava prestes a tirar o cinto, eu fingi acordar falando que queria ir no banheiro e ele foi embora de lá. Conclusão: meus tios se divorciaram, mas estão passando essa quarentena juntos por conta do meu primo. Meu pai ficou sabendo disso tudo, menos minha mãe, porque se não ela poderia até matar meu tio se deixassem; e eu nunca mais vi meu tio de novo.

Desculpa de novo pela história grande, e foi isso
submitted by anonima-sua-amiga to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.23 10:48 diplohora Bruno Rezende : meus estudos para o CACD Parte IV - SUGESTÕES DE LEITURAS pt4 HBR

HISTÓRIA DO BRASIL16
16 Sugiro estudar ao menos um pouco História do Brasil e História Mundial antes de começar a estudar Política Internacional, por motivos óbvios. Vale dizer que boa parte da bibliografia de História Mundial pode, também, ser válida para os estudos de política internacional (vide Guia de Estudos).
- Apostilas “Anglo Vestibulares” (para História do Brasil, ler as duas apostilas da matéria na íntegra, com menos ênfase no período colonial): peguei as apostilas do 3º ano do ensino médio do sistema de ensino Anglo (série Alfa) de meu irmão. São quatro apostilas finas (no total, devem ter umas 300 páginas de Brasil e 100 de Mundial, se contar apenas após o Iluminismo). Inicialmente, peguei as apostilas para uma revisão inicial da matéria, mas devo dizer que fiquei impressionado com a qualidade e com a quantidade de informações que eu não havia achado em nenhum outro lugar. Acho que ninguém gosta de ler livros de História que divagam e que, embora bons em algumas partes, também têm alguns capítulos chatos e nem sempre muito interessantes. Inicialmente, achei que as apostilas fossem ser bem gerais (como são, geralmente, os estudos de ensino médio), mas elas me surpreenderam pelo poder de concisão e, ao mesmo tempo, por possuírem muitas informações boas. O mais interessante é que, por se tratar de apostilas voltadas para a revisão de vestibulandos, elas não incluem coisas mais gerais e de que toda pessoa ensinada tem conhecimento; são concisas e informativas. Eu grifava quase tudo dos capítulos. Em História do Brasil, fiz o teste e li determinadas matérias (Colônia e I Reinado) nas apostilas e comparei com a leitura do Boris Fausto (descrição a seguir). Para minha surpresa, a apostila, nessas partes, tinha mais informações e era mais interessante para o que CACD pede que o Boris Fausto. Resultado: fiz o que, para muitos, seria considerado um crime e abandonei o Boris Fausto. Não sei se dei sorte, porque não se cobrou História pura na terceira fase, apenas história da política externa. Possivelmente, os conhecimentos que deveriam haver sido apenas introdutórios foram suficientes, justamente, porque foram introdutórios à matéria de História da política externa, que estudei por outras obras (indicadas a seguir). De todo modo, eu não poderia deixar de fazer a indicação. As apostilas est~o disponíveis para download no “REL UnB”.
- História do Brasil (Boris Fausto): Cuidado! Não é História Concisa do Brasil, é só História do Brasil. Lançaram essa concisa (até constava na bibliografia dos Guias de Estudo, quando ela ainda existia), mas, segundo informações de professores de cursinho, não é boa, há cortes mal feitos e muita coisa fica de fora. O História do Brasil é, dizem, melhor. Para ser bem sincero, li só até meados do Império, que foi o tempo de descobrir as apostilas do Anglo. Depois disso, não toquei mais no livro do Boris Fausto. De qualquer modo, é bastante importante e bem recomendado.
- História da Política Exterior do Brasil (Amado Cervo e Clodoaldo Bueno): leitura completa obrigatória, um dos mais importantes de toda a bibliografia. Leia atentamente, faça resumos, fichamentos, mapas mentais, o que puder ajudar a gravar o máximo de informação possível. Ajuda em Política Internacional também. Na prova da terceira fase de História do Brasil de 2011, as quatro questões foram sobre história da política externa brasileira.
- Manual do Candidato: História do Brasil (Flávio de Campos e Míriam Dolhnikoff): já ouvi falarem muito mal dele, mas achei interessante, principalmente por duas razões. Em primeiro lugar, os capítulos são divididos por temas de maneira bastante útil (economia; sociedade e cultura; política externa etc.), o que facilita na complementação de estudos em temáticas que você não encontrou muito bem trabalhadas em outras fontes. Em segundo lugar, relacionado ao primeiro, só no manual achei itens mais pontuais referentes aos tópicos “sociedade e cultura”, que eu n~o havia encontrado, de maneira mais simples e sistematizada, em outras obras. Recomendo o possível uso desse manual como complemento a seus estudos de História do Brasil, especialmente das partes que você n~o encontrar em outras bibliografias (como “sociedade e cultura”, em meu caso). Além disso, há boas sugestões de leituras (tanto de bibliografia básica quanto de bibliografia complementar) ao final de cada capítulo do manual. Apesar de ser um manual massacrado por alguns, eu não o dispensaria. Não aconselho, entretanto, que se faça uso desse manual como leitura introdutória. Acho válido ler outras bibliografias de caráter mais geral primeiramente.
- Navegantes, Bandeirantes, Diplomatas (Synesio Sampaio Goes Filho): eu havia lido na Universidade e tinha um resumo muito bom dele (encontrado na internet), então só estudei pelo resumo mesmo. De todo modo, é bem curto e excelente livro sobre a formação territorial do Brasil, assunto recorrente do CACD. Vale a pena a leitura atenta, tomando notas acerca dos principais tratados de limites (nomes, datas, negociadores e o que mudou para o Brasil com cada um). Cobre praticamente todo o primeiro tópico de História do Brasil (só n~o digo “todo” porque, embora eu não saiba o quê, alguma coisa deve ter ficado de fora, nada na vida é tão fácil assim) e é fundamental para o concurso (matéria frequente da primeira e da terceira fases). Um resumo que encontrei na internet est disponível para download no “REL UnB”.
- Formação da Diplomacia Econômica do Brasil (Paulo Roberto de Almeida): o livro é bem grande, com muitos detalhes, então o que interessa são aspectos mais gerais. Usei apenas algumas poucas páginas, para suprir alguns pontos de política econômica no século XIX (tratado de 1827 com a Inglaterra, leis tarifárias pós-Alves Branco e tratado Blaine-Mendonça), mas pude ver que há muita coisa interessante para o estudo de História do Brasil de uma maneira geral também (para isso, atenção aos quadros das páginas: 54-56; 547-550; 579-591; 605-611; 627-628 – podem ser bons resumos não só para temáticas econômicas). Sugiro dar uma folheada, se você tiver tempo.
- Formação do Brasil Contemporâneo (Caio Prado Jr.), História Econômica do Brasil (Caio Prado Jr.) e Formação Econômica do Brasil (Celso Furtado): também estão na leitura recomendada para Economia e já caíram como leitura obrigatória de Português na segunda fase. São livros importantes sobre história econômica brasileira, e, mesmo que não leia os livros (só os li na universidade; para o concurso, li apenas resumos), pode ser interessante saber o argumento principal do autor e algumas características mais gerais. Acho que um resumo bom pode ser a solução, uma vez que colônia não é a temática principal nem da prova de História do Brasil, nem da de Economia.
- Raízes do Brasil (Sérgio Buarque de Holanda): também recomendado para a segunda fase, embora o cerne da atenção seja outro. É um livro curto e tranquilo de ler, mas nada que um resumo bom não possa ajudar com os principais argumentos. Acho que a relevância, em História do Brasil, talvez esteja mais em fornecer eventuais ilustrações e argumentos de autoridade para a terceira fase que na história presente no livro (com a ressalva de que, nos últimos anos, a possibilidade de usar qualquer coisa de História na terceira fase que não envolva política externa ter sido progressivamente reduzida). O prefácio da 26ª edição, de autoria de Antonio Candido, já serve como bom fundamento nesse sentido (“O Significado de ‘Raízes do Brasil’”, disponível para download no “REL UnB”).
- Casa-Grande & Senzala (Gilberto Freyre): acho que não vale a pena a leitura, principalmente por questões de tempo e de possíveis benefícios em termos de aproveitamento no concurso. Um resumo bom das principais ideias do livro pode ser suficiente (mesmo assim, acho que não vale muito a pena para a terceira fase, pode ser mais útil na segunda).
- Os Donos do Poder (Raymundo Faoro): também n~o li. H resumo no “REL UnB”.
- Introdução ao Brasil: um Banquete nos Trópicos – 2 volumes (Lourenço Dantas Mota): essa obra será, também, útil para seus estudos de Literatura. Não li para a primeira fase, e não me fez falta. Para a terceira, talvez possa ser importante, mas não li. Para a prova discursiva de História do Brasil, destacaria os capítulos:
· Volume 1: “Formaç~o do Brasil Contempor}neo”, “Formaç~o Econômica do Brasil”, “Os Donos do Poder”, “Conciliaç~o e Reforma no Brasil” e “A Revoluç~o Burguesa no Brasil”.
· Volume 2: “D. Jo~o VI no Brasil”, “A América Latina: Males de Origem”.
- A Construção da Ordem/Teatro das Sombras (José Murilo de Carvalho): juntamente com Os Donos de Poder, são importantes obras para o concurso, mas, como não tive tempo de ler, peguei resumos e acredito que foram suficientes. Acho que o principal desses autores é pegar alguns argumentos centrais que podem ser usados como argumento de autoridade na prova da terceira fase. Os resumos est~o no “REL UnB”.
- A Formação das Almas (José Murilo de Carvalho): a recomendação que recebi é que um resumo poderia substituí-lo, e foi isso o que fiz. Resumo no “REL UnB”.
- Maldita Guerra (Francisco Doratioto): além de o Doratioto ser membro da banca corretora da terceira fase (e professor do Curso de Formação do IRBr), é um livro sobre temáticas muito importantes. Como não tinha tempo, estudei os tópicos referentes a esse livro em outras obras mais sucintas. Li apenas o capítulo 1 (“Tempestade no Prata”) para a terceira fase, como recomendação do professor do cursinho, mas nem é muito bom. Muito melhor que esse capítulo é o artigo “O Império do Brasil e a Argentina (1822-1889)”, do próprio Doratioto [Revista do Programa de Pós- Graduação em História da UnB, Vol. 16, No 2 (2008)]. Aproveitando a temática das relações Brasil- Argentina, sugiro o artigo “Relações Brasil-Argentina: uma anlise dos avanços e recuos”, de Alessandro Warley Candeas [Revista Brasileira de Relações Internacionais 48 (I): 178-213 (2005)]. Esses dois artigos est~o disponíveis no “REL UnB”.
Podcast sobre a Guerra do Paraguai: http://www.radioponto.ufsc.bindex.php?option=com_content&view=article&id=903:tempestade
-no-prata&catid=6:radiojornalismo&Itemid=31
Os livros a seguir são recomendações que recebi e recolhi na Internet, embora eu não tenha feito uso de nenhum deles em minha preparação.
- A História do Brasil no Século 20 (Oscar Pilagallo/Folha de São Paulo) - cinco pequenos livros. Já vi recomendações de que é boa (e curta) fonte de revisão, especialmente para a primeira fase.
- A Idade de Ouro do Brasil (Charles Boxer): sobre Brasil colônia. Não sei se vale muito a pena, o que se tem cobrado do assunto é bem superficial, e um livro geral e básico pode resolver o problema.

- A Identidade Nacional do Brasil e a Política Externa Brasileira (Celso Lafer)

- Autonomia na Dependência (Gerson Moura)
- Cronologia das Relações Internacionais do Brasil (Eugênio Vargas Garcia)
- Da Monarquia à República (Emília Viotti da Costa)
- Dicionário de História do Brasil (Moacyr Flores)
- Diplomacia Brasileira (Lampreia)
- História do Brasil: uma interpretação (Carlos Guilherme Mota)
- História Geral do Brasil (org. Maria Yedda Linhares): ler apenas o capítulo sobre o Império.
- Os Sucessores do Barão (Mello Barreto)

- Relações Internacionais do Brasil: de Vargas a Lula (Vizentini)

- República Brasileira (Lincoln de Abreu Penna): apenas até o fim da Era Vargas.
- Rio Branco: o Brasil no mundo (Rubens Ricupero): pequeno livro sobre o Barão do Rio Branco. Não li, mas acho que pode ser interessante (é bem curto também). Esqueça a biografia do Álvaro Lins, sem utilidade prática para o concurso. Não li nada sobre o Barão que não estivesse no livro de Amado Cervo/Clodoaldo Bueno.
- Sessenta Anos de Política Externa Brasileira (1930-1990) (orgs.: José A. G. Albuquerque, Sérgio
H. N. de Castro e Ricardo A. A. Seitenfus)
- Trajetória Política do Brasil (Francisco Iglesias): segundo recomendações, é um resumo bom de todo o assunto de História do Brasil e pode servir como revisão antes da primeira fase.
- Uma História do Brasil (Thomas Skidmore)
HISTÓRIA MUNDIAL
- Apostilas “Anglo Vestibulares” – já descritas acima. As apostilas estão disponíveis para download no “REL UnB”. Para História Mundial, ler a partir de “Iluminismo”.
- História das Relações Internacionais Contemporâneas (José Flávio Sombra Saraiva): li na Universidade e para o concurso. O engraçado é que, quando o li na Universidade, tendo aula com o próprio Saraiva, não gostei do livro e não cheguei sequer a ler os últimos capítulos. Quando fui ler para o concurso, achei bom. Apesar de não ser completo, acredito ser boa introdução para quem está meio enferrujado no assunto ou, ainda, boa revisão de tópicos gerais para quem já estudou alguma coisa. Recomendo.
- O Mundo Contemporâneo (Demétrio Magnoli): é de Ensino Médio, mas é sensacional. Ótima introdução ao tema. Tanto para PI quanto para HM, é um dos melhores e mais importantes para o concurso. Leia a partir do capítulo 3. Sugiro que você, à medida que ler o livro, faça anotações de tópicos e de datas mais importantes (podem ser muito úteis para a revisão às vésperas da primeira fase). É mais voltado para o período após o início da guerra fria, mas há alguma coisa sobre o período anterior a esse também. De qualquer forma, isso significa que outras leituras em temas não contemplados aqui, como Revolução Francesa e Revolução Industrial, por exemplo, são fundamentais. Para cobrir essa parte da matéria, sugiro o volume 2 do História da Civilização Ocidental, do Burns (citado abaixo).
- História da Civilização Ocidental (Burns, volume 2): não li por falta de tempo, mas já ouvi comentários de que é melhor e mais didático que os livros do Hobsbawm (descritos abaixo). Como é um livro antigo, é necessário complementar com outras leituras. O Mundo Contemporâneo pode fazer isso muito bem. Se tiver tempo, é uma leitura bastante recomendada.
- Manual do Candidato: Política Internacional (Demétrio Magnoli): é bem geral e não passa nem perto de falar sobre todos os temas. Incluí o Manual do Candidato: Política Internacional aqui na lista de livros de História Mundial pela simples razão de o livro ser quase todo igual (ou, para não dizer “igual”, ao menos muito semelhante) ao O Mundo Contemporâneo. Há partes que são simplesmente idênticas (apesar de o autor mudar os nomes dos capítulos). A dica, portanto, é comparar os conteúdos, para ver o que é novidade e o que não é. Preferi O Mundo Contemporâneo (ler apenas do capítulo 3 em diante). O manual possui alguns erros (especialmente, de datas), mas nada que não possa ser facilmente detectado por um leitor atento (e que saiba um pouco de História, obviamente) ou que comprometa o livro como um todo. Se não tiver acesso ao O Mundo Contemporâneo, o manual não é de todo ruim.
Obs.: não confundir! Há outro manual mais novo, de autoria de Cristina Pecequilo, que está descrito abaixo, na parte de Política Internacional.
- Manual do Candidato: História Mundial (Vizentini): sabe aqueles livros que dão vontade de chorar e de abrir o Word, para fazer todas as doze milhões e quatrocentas mil correções de Português necessárias? Então, aqui está um prato cheio. Tenho amigos que começaram a ler e não conseguiram terminar. Não sei como eu resisti até o final, mas devo dizer que está longe de ser uma leitura prazerosa ou primordial. Passe adiante!
- História da Paz e História da Guerra (org. Demétrio Magnoli): os livros são, de maneira geral, bons e rendem boas anotações, embora não sejam imprescindíveis. O História da Guerra está disponível para download no “REL UnB”.
- As “Eras” de Hobsbawm: não li nada do Hobsbawm. Para falar a verdade, só para não dizer que não li nada, li dois trechos curtos de capítulos, sobre Revolução Mexicana e sobre a Revolução Russa de 1905. Foi o suficiente para decidir não ler mais nada. Mil desculpas aos amantes da História e do Hobsbawm, mas cheguei à conclusão de que não tinha tempo para gastar com capítulos longos e, muitas vezes, com informações desnecessárias (ou até mesmo sem as informações que, para o concurso, realmente importam, haja vista a parte de Revolução Mexicana, que não fala nada com nada). Aí alguém diz “mas havia um item em 2011 que era praticamente cópia do Hobsbawm”, e respondo: 1) acho pouco provvel que alguém consiga decorar detalhes como os que foram pedidos; 2) a questão foi tão mal feita que, apesar de ser quase a cópia do livro, copiou errado, e o gabarito ficou errado (ou seja, se a prova fosse de consulta, é provável que eu errasse a questão – pode ser que eu seja muito burro para entender o Hobsbawm também, mas não consegui entender de onde a banca tirou o gabarito louco a questão). Se você fizer muita questão de ler o Hobsbawm, mas muita questão mesmo, sugiro que leia apenas a Era dos Extremos. Se, ainda assim, você quiser ler e fichar todos os quatro livros, saiba que estará perdendo tempo. Todas as “Eras” est~o disponíveis para download no “REL UnB”. Reproduzo, a seguir, uma indicação de leituras que achei na internet, para aqueles que querem ler o Hobsbawm de qualquer maneira. Não sei se a seleção de capítulos é boa, se é muita leitura (provavelmente, sim) etc. De qualquer forma, aí vão os capítulos recomendados no blog “Estudos Diplomticos”:
- Era das Revoluções: cap. 1 a 3, 6, 7, 16;
- Era do Capital: cap. 1, 5, 6, 9, 12 a 16;
- Era dos Impérios: cap. 3 a 6, 9 a 13;
- Era dos extremos: cap. 1 a 8, 11 a 13 e toda a parte III.
- O Longo Século XX (Giovani Arrighi): Só li na universidade, não para o concurso. A recomendação é ler apenas os capítulos 1 e 4 (obviamente, ponderando, de acordo com o edital, o que é realmente importante nesses capítulos). Não acredito que seja indispensável.
- Ascensão e Queda das Grandes Potências (Kennedy): Só li na universidade, não para o concurso. A recomendação é ler apenas os capítulos 4 a 8. Não acredito que seja indispensável.
- Diplomacia (Kissinger): Só li algumas partes na universidade, não para o concurso. Um professor de História Contemporânea da UnB, ex-professor de cursinho preparatório para o IRBr, recomendou a um amigo a leitura dos capítulos 9, 10, 16, 19, 24 a 30. Não acredito que seja indispensável.
- “Wikipédia”: como tudo na vida, é necessário usar com consciência, mas pode ajudar bastante, especialmente para coisas pontuais. Ainda que, como todo mundo não se cansa de repetir, haja muitos erros (nisso ela não inovou: quantos milhares de erros também achamos nos livros da bibliografia?), acho que, desde que não seja sua única ou principal fonte de conhecimento, pode ajudar bastante em História Mundial.
Outras sugestões que recebi (mas não li nem as obras, nem comentários a respeito delas): História da América Latina (Donghi), História do Capitalismo de 1500 a Nossos Dias (Michel Beaud), Introdução à História Contemporânea (G. Barraclough), The Penguin History of the Twentieth Century: The History of the World, 1901 to the Present (J. M. Roberts), O Século XX (org. Daniel Aarão, 3 vol).
submitted by diplohora to brasilCACD [link] [comments]


2020.07.23 10:46 diplohora Bruno Rezende : meus estudos para o CACD Parte IV - SUGESTÕES DE LEITURAS pt3

ESPANHOL
Para todos os idiomas, recebi boas recomendações do site http://uz-translations.net/.
Para dicionários de Espanhol-Espanhol, já recebi boas recomendações do Diccionario de la Lengua Española (Real Academía de La Lengua Española). O Diccionario Salamanca de la Lengua Española e o Señas: Diccionario para la Enseñanza de la Lengua Española para Brasileños também são recomendados. Na internet, consulte: http://buscon.rae.es/draeI/. Para Espanhol- Português, acho que qualquer um deve valer. Na internet, o Michaelis pode ajudar (http://michaelis.uol.com.b).
Um professor recomendou-me o livro Temas de Gramática del Español como Lengua Extranjera, de Dorotea Inés Lieberman (Ed. Eudeba), só não sei se está disponível para venda no Brasil. O último Guia de Estudos que trouxe indicação de Gramáticas recomendadas para o estudo de Espanhol foi o de 2007, que sugeria:
GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar es fácil en español de España y América. Madrid, Edelsa, 1997.
REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Esbozo de una nueva gramática de la lengua española. Madrid, Espasa- Calpe, 1996.
REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Ortografía de la lengua española. Edición revisada por las Academias de la Lengua. Madrid, Espasa-Calpe, 1996.
SECO, Manuel. Gramática esencial del español: introducción al estudio de la lengua. Madrid, Espasa- Calpe, 2001.
SILVA, Cecilia Fonseca da. Los falsos amigos en español y portugués: interferencias léxicas. Rio de Janeiro, Ao Livro Técnico, 2003.
& SILVA, Luz María Pires da. Español a través de textos: estudio contrastivo para brasileños. Rio de Janeiro, Ao Livro Técnico, 2001.
Confira, também, o site:
http://conjugador.reverso.net/conjugacion-espanol.html - para conjugação de verbos em Espanhol
Para a leitura de periódicos em Espanhol, são recomendados, por exemplo: El País (www.elpais.es), El Mundo (www.elmundo.es), La Nación (www.lanacion.com.ar) e Clarín (www.clarin.com).
FRANCÊS
Para todos os idiomas, recebi boas recomendações do site http://uz-translations.net/.
Para dicionários Francês-Francês, são recomendáveis: Le Petit Robert, Le Micro Robert e Le Petit Larousse. Na internet, consulte: . Para dicionários Francês-Português, acredito que sirvam os dicionários da Larousse, da Ática, da Michaelis e da Editora Globo. Na internet, o site da Michaelis também pode ser útil (htt)p://michaelis.uol.com.b).)
Todos os professores de Francês de que já ouvi recomendações sugerem a Grammaire Progressive du Français, disponível nos níveis Iniciante, Intermediário e Avançado. Todos os três estão disponíveis para download no “REL UnB”. A Nouvelle Grammaire Française, de Jenepin Delatour, é também recomendada.
Confira, também, os sites:
http://www.educaserve.com/index.php - 204 lições on-line gratuitas http://francoclic.mec.gov.b - disponibiliza o método “Reflets” on-line, além de vários
outros recursos relacionados à língua francesa.
http://www.leconjugueur.com/ - para conjugação de verbos em Francês
http://lepointdufle.net/ - diversos links de cursos gratuitos, de dicionários de diversos tipos e de gramáticas. Há, também, diversas referências de cultura francesa (arte, teatro, música, cinema, literatura etc.).
http://www.francaisfacile.com/ http://www.revistafrancesa.com http://linguafrancesa.wordpress.com/ http://cursodefrancesonline.blogspot.com/ http://cursofrancesgratis.blogspot.com/
Para a leitura de periódicos em Francês, são recomendados, por exemplo: Le Monde www.lemonde.fr, Libération www.liberation.fr, Le Figaro http://www.lefigaro.fr, L´Express www.lexpress.fr, Le Nouvel Observateur www.nouvelobs.com e Le Monde diplomatique www.monde-diplomatique.fr.
GEOGRAFIA
Alguns dizem que, para ir bem em Geografia, na primeira fase, basta saber três coisas: “a África est urbanizando, a indústria est desconcentrando e o Nordeste est ‘bombando’”. Obviamente, n~o é tão simples assim, mas, de todo modo, são três tópicos bastante recorrentes (além de Geografia física, ocasionalmente). Como Geografia é a matéria de menor peso na primeira fase, muitos não dão muito valor. Sugiro, entretanto, uma leitura, ainda que rápida, de alguns pontos principais (urbanização, desconcentração industrial, Geografia física). Como você verá a seguir, sugiro três livros (com a possível exclusão de um deles) como basilares para a prova de Geografia da primeira fase. É um pouco difícil dizer se determinada leitura é suficiente ou não, especialmente para uma prova como o CACD. De qualquer forma, acredito que, com essas obras, o candidato tem boas chances de ir bem na primeira fase. Para a terceira fase, não sei o que recomendar. A prova de 2011 foi meio louca, tive de juntar conhecimentos aleatórios com um toque de enrolação. Se fosse fazer o concurso novamente, não sei se perderia muito tempo estudando outra obra de Geografia, como alguma do Milton Santos, na esperança de acertar qual será a loucura da banca no próximo ano.
- Manual do Candidato: Geografia (Bertha Becker): o mais útil da obra é que ela segue a mesma divisão de conteúdos prevista no Guia de Estudos de Geografia. Isso ajuda tanto a controlar quais aspectos você já estudou e quais ainda faltam quanto a buscar esse Manual, diante da falta de determinados conteúdos em outras bibliografias, para complementar seus estudos. Uma raridade entre os manuais (possivelmente, pelo fato de o nível de cobrança de Geografia não ser tão elevado quanto o de outras disciplinas), o manual é, em geral, bastante completo. Não diria que ele é suficiente, mas é quase (a parte de “Macrodivis~o natural do espaço brasileiro”, especialmente, é muito fraca e incompleta). Eu arriscaria dizer que o Manual do Candidato: Geografia da Bertha Becker e os outros dois livros a seguir (com a possível exclusão do Oliva e Giansanti, não tão indispensável assim, embora importante em alguns aspectos) formam a trilogia sagrada para a primeira fase. Para a terceira, de uma maneira geral, uma coisa ou outra escapa ao conteúdo dessas obras, mas nada que você n~o possa completar com um “miltonsantês” aqui e uma “enrolaç~o” ali. O problema mais importante é que ficar apenas com o “mais geral” n~o é mais suficiente, e passa a ser fundamental, nos estudos para a terceira fase, consolidar e aprofundar conhecimentos. Aí, ler apenas essas obras não será, de maneira nenhuma, suficiente. Sugiro procurar artigos variados na Internet, dados disponíveis nos sites dos Ministérios (principalmente MMA e MAPA), do IBGE etc. Ler as melhores respostas dos Guias de Estudos dos últimos CACDs também pode ser (assim como para todas as demais matérias da terceira fase) importante fonte de tópicos a serem pesquisados (cuidado, apenas, para não tomar aquelas respostas como perfeitas; mesmo respostas com nota máxima possuem, às vezes, alguns erros; use-as como um panorama geral e como uma seleção de determinados tópicos e dados relevantes, aprofundando seus conhecimentos com leituras adicionais).
Obs.: cuidado, pois há outra edição mais antiga do manual, da Regina Célia Araújo (não cheguei a ter contato com esse mais antigo, mas já ouvi bons e maus comentários a respeito).
- Projeto de Ensino de Geografia - Geografia do Brasil (Demétrio Magnoli): é de Ensino Médio, mas cobre boa parte do que você precisa saber de Geografia do Brasil para o concurso. Bastante importante. Acho que não está mais sendo editado, mas pode ser encontrado em sebos. O Geografia para Ensino Médio, também do Magnoli, pode substituí-lo.
- Temas da Geografia do Brasil (Oliva e Giansanti): complementa o anterior. Recomendo leitura seletiva dessa obra (com maior atenção para a seção 5 – Os Sistemas Naturais e o Espaço Geográfico do Brasil; as outras seções também têm uma coisa ou outra mais importante, talvez valha a pena uma leitura rápida, fazendo anotações pontuais). Apenas cuidado (e isso vale tanto para o Oliva e Giansanti quanto para o Magnoli) com a atualidade dos dados fornecidos. Observem a data de publicação das obras (Oliva e Giansanti, por exemplo, é de 1999) e não levem em consideração dados que podem ter mudado de lá para cá. Quando as obras falarem, por exemplo, que “o maior produtor de soja do Brasil é o estado de xxx”, confira em outras fontes (preferencialmente, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ou no Ministério do Meio Ambiente, por exemplo), para saber se os dados continuam válidos.
- Projeto de Ensino de Geografia - Geografia Geral (Magnoli): além de ajudar um pouco em Geografia (principalmente para a terceira fase, eu diria, haja vista as questões recentes sobre minérios na África ou sobre migrações internacionais, por exemplo), pode ter alguma coisa boa para Política Internacional também, mas não é imprescindível.
- O Brasil: Território e Sociedade no Início do Século XXI (Milton Santos e Maria Laura Silveira): mais importante para a terceira fase que para a primeira. De todo modo, não estudei por ele tanto por preguiça quanto por falta de tempo, e acho que não perdi muita coisa. Acho que, além de chato, é pouco objetivo.
“Miltonsantês”: ainda que n~o tenha caído recentemente nas provas da primeira fase, a Geografia de Milton Santos é fundamental para a terceira fase. Conhecer os conceitos usados pelo autor é importante não apenas porque podem ser objeto de questões na terceira fase (como o foi em 2010, em que uma questão pedia para descrever a divisão do Brasil proposta por Milton Santos e por Maria Laura Silveira), mas também porque o uso de conceitos do “miltonsantês” em todas as questões de Geografia da terceira fase enriquece sua resposta e agrada à banca examinadora (desde que usado com prudência). Possibilidades são procurar na internet artigos que tratem do assunto, além, é claro, da leitura (não muito prazerosa, eu diria) de livros do autor. Na obra Território Brasileiro: usos e abusos (Maria Adelia Aparecida Souza) e no supracitado Temas da Geografia do Brasil (Oliva e Giansanti), segundo recomendações que recebi, há bons resumos dos conceitos do autor. Para a primeira fase, não é necessário preocupar-se muito com isso (o que caiu de Milton Santos na primeira fase de 2011, por exemplo, seria facilmente depreendido da interpretação do texto apresentado na questão). Caso pretenda fazer cursinho preparatório, é bem provável que o professor dê isso em sala. No “REL UnB”, h diversos resumos de vrios livros do autor.
- A Condição Pós-Moderna (David Harvey) – ler apenas capítulo 9 (“Do Fordismo { Acumulaç~o Flexível”).
As seguintes obras foram indicadas por diferentes fontes, mas não cheguei a lê-las. De qualquer forma, ficam as sugestões.
- A Nova Dinâmica da Agricultura Brasileira (José Graziano): ler o primeiro capítulo.
- A Ordem Ambiental Internacional (Wagner Costa Ribeiro): li só o resumo, que está disponível no “REL UnB”.

- Atlas da Mundialização

- Atlas de La Mondialisation (Sciences Po)
- Atlas do Brasil (Hervé Théry) – já me foi muito bem recomendado, com as ressalvas de que a parte de crescimento não é tão boa e de que há muitos dados desatualizados.

- Atlas Nacional do Brasil (IBGE)

- Brasil: uma Nova Potência Regional na Economia-mundo (Bertha Becker e Cláudio Egler)
- Continente em Chamas: Globalização e Território na América Latina (Maria Laura Silveira) – destaque para o capítulo 3.
- Contribuição para a Gestão da Zona Costeira do Brasil (Antonio Carlos Robert Moraes)
- Geografia Humana, Sociedade, Espaço e Ciência Social (Derek Gregory, Ron Martin e Graham Smith) - cap. 1, 2, 4 e 8.
- Geografia: Conceitos e Temas (capítulo de B. Becker: "Geopolítica na Virada do Milênio")
- Geografia: Pequena História Crítica (A.C. Robert Moraes): não li, mas me recomendaram como boa alternativa para o estudo de história do pensamento geográfico.

- L’Atlas du Monde Diplomatique

- Metamorfoses do Espaço Habitado (Milton Santos): segundo recomendações, pode ser boa introduç~o ao “miltonsantês”.
- Novas Geopolíticas (José William Vezentini): sobre a história do pensamento geopolítico.
- O Corpo da Pátria (Demétrio Magnoli): não passei nem perto, mas joguei o título do livro em uma questão louca da terceira fase, como se eu soubesse alguma coisa que o Magnoli fala nele. Até que deu mais ou menos certo.
- Por uma outra Globalização (Milton Santos): não li. Meu professor no cursinho repetiu tantas vezes os conceitos do “miltonsantês” que eu senti que, para entender um pouco o pensamento do autor, não tinha de ler as obras. Se você tiver acesso a bons resumos e/ou a relações de conceitos do “miltonsantês”, acredito que a obra pode ser dispensvel. H resumo no “REL UnB”.
Várias fontes na Internet pode, também, ser úteis, como as páginas do governo federal (Portal Brasil: PAC - http://www.brasil.gov.bpac; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - http://www.agricultura.gov.b; Ministério do Meio Ambiente - http://www.mma.gov.bsitio/; Ministério da Integração Nacional - http://www.integracao.gov.b etc.).
submitted by diplohora to brasilCACD [link] [comments]


2020.07.23 10:24 diplohora Bruno Rezende : meus estudos para o CACD Parte III – A PREPARAÇÃO INTRODUÇÃO pt 6 Quantas horas devo estudar por dia?

Quantas horas devo estudar por dia? Quantos meses/anos são necessários para a aprovação? Acho que todo mundo já deveria saber isso, mas sempre vejo essa pergunta em fóruns na internet. É óbvio que não existe “receita de bolo”. Se alguém falar “estudei duas horas por dia” ou “estudei quinze horas por dia”, isso n~o quer dizer nada. Se você estudar o que n~o deve, pode ficar um ano inteiro com quinze horas ininterruptas diárias de estudos que não adiantará muita coisa. Eu, mesmo, nunca cronometrei e nunca parei para pensar direito sobre quantas horas eu estudava por dia. O que importava, de fato, era ter conseguido render bastante, e isso não se mede em horas de estudo, em páginas lidas, em exercícios feitos ou em livros resumidos. Para quem tem problemas de concentração ou mora com a família, por exemplo, pode ser aconselhável estudar em uma biblioteca ou em uma sala de estudos (de cursinhos preparatórios, por exemplo). Como morava sozinho em Brasília e consigo me concentrar facilmente, estudei em casa mesmo (apesar da maldita reforma do revestimento externo do bloco exatamente em frente à minha sacada, que começou semanas antes da primeira fase e durou até depois do fim do concurso, com barulho de furadeira, com rádio ligado no volume máximo e com pedreiro gritando o dia todo).
Não vou fazer propaganda contra ou a favor de nenhum cursinho. Em vários sites e blogs e nos grupos do Facebook e do Orkut informados acima, há bastante informação sobre dinâmica de cursinho, professores recomendados etc. Falando da utilidade dos cursinhos de maneira geral, é, obviamente, tudo muito relativo. Depende de sua familiaridade com a matéria e de sua facilidade de aprendizado. Muitas vezes, se você estudar sozinho, aprenderá mais e ganhará mais tempo que fazendo cursinho, especialmente para a primeira fase (além de economizar dinheiro, já que os preços dos cursinhos não são, em geral, muito camaradas). Nada como sentar na cadeira e estudar, observando, sempre, alguns pontos mais importantes, como: temas de maior recorrência nos últimos concursos, temas contemplados no Guia de Estudos etc. Cuidado apenas com a segunda fase (para Redação, sugiro que todos façam, sim, curso preparatório).
A gente tende a achar que há algumas coisas que só aprenderemos no cursinho (macetes de prova, orientação teórica que a banca prefere), mas, por incrível que pareça, há alguns professores que, por mais que (às vezes) saibam a matéria, não conhecem bem as provas do concurso. Tive, por exemplo, um professor (bem recomendado por alguns) que falou tanta coisa errada, mas tanta coisa errada, que, quando fui revisar as anotações, acho que perdi mais tempo conferindo tudo e corrigindo todos os erros do que se houvesse apenas estudado sozinho. No fim das contas, desisti das anotações e ignorei-as por completo. Outro professor (também muito bem recomendado por algumas pessoas) dava a matéria muito superficialmente e mostrava desconhecer completamente o concurso, a banca e a própria matéria. No fim das contas, acabei abandonando a matéria no meio. É frustrante, principalmente, porque os cursinhos são, em geral, bastante caros.
Não adianta um professor saber bem a matéria (a propósito, nem todos sabem), é necessário conhecer as provas a fundo. Isso significa não apenas saber todas as questões da primeira e da terceira fases dos últimos concursos ou todos os Guias de Estudos de cor, mas também, especialmente para a segunda e para a terceira fases, experiência tanto com relação às preferências acadêmicas da banca quanto com relaç~o { “jurisprudência” das correções. Esta última habilidade só se adquire vendo muitos espelhos de prova e recursos (deferidos e indeferidos). Como os espelhos de prova não têm vindo com marcações (você recebe apenas a nota nas questões, sem nenhuma marcação ou comentário), acho que, pelo menos, o estudo detido dos Guias de Estudos anteriores já é um passo importante.
Há, sim, alguns professores muito bons que valem cada um dos muitos centavos que você paga pela aula, mas meu alerta é: não se deixe levar por preço (já vi gente fazendo matérias em alguns cursinhos, sem sequer saber se os professores eram bons ou não, apenas porque era mais barato), por aulas experimentais (em um dos casos que eu citei acima, eu achava as primeiras aulas excelentes; só depois fui perceber o tanto de “abobrinha” que ele falava e o tanto de datas, de informações e de argumentos errados que ele passou) ou por fama do cursinho. Procure, sempre, onde quer que seja, informações sobre o professor (e, de preferência, com mais de uma indicação). Não vou falar de quais gostei e de quais não gostei porque acho que este não é o meio adequado para isso, mas, caso você não conheça alguém que já tenha feito algum cursinho, procure em fóruns na internet e nos grupos do Facebook e do Orkut indicados acima, sempre há alguma coisa útil (encontrei várias informações que estava procurando de professores em diversos cursinhos).
Para quem pensa em mudar-se para Brasília, por exemplo, para fazer um curso preparatório, as maiores dúvidas são, frequentemente, relativas ao custo de vida e à relação custo-benefício de morar na capital. O aluguel de imóveis em Brasília não é dos mais baratos (consulte, por exemplo, http://www.wimoveis.com.bdf), o que, somado aos preços um pouco “salgados” de alguns cursos preparatórios, pode implicar altos gastos. Como eu já morava na cidade antes de iniciar a preparação para o CACD, não sei se há alternativas de moradia mais próxima a algum dos cursinhos (são quase todos bem distantes um do outro). Sei que o curso O Diplomata oferece aluguel de apartamentos, mas não sei como funciona direito [informações: (61)3349-0311]. Acho que boa parte das pessoas que optam por mudar-se para Brasília tem diversos objetivos: concentrar-se mais nos estudos (o que pode ser difícil em uma casa com os familiares, por exemplo), ter acesso aos cursos preparatórios, conhecer outras pessoas que estão estudando para o CACD etc. Não foi meu caso, pois já morava em Brasília anteriormente, portanto não posso dizer se acho que, realmente, vale a pena por esses motivos. De todo modo, na comunidade “Coisas da Diplomacia”, no Orkut, j vi diversos comentários a respeito. H, também, o grupo do Facebook “Moradia – IRBr”, voltado para a discussão desses assuntos: http://www.facebook.com/groups/168135273239644/.
Principalmente para aqueles que não conhecem muita gente que também está se preparando para o concurso, o ambiente de cursinho pode ser interessante, para conhecer outras pessoas que estão na mesma situação que você e que podem contribuir com algumas dicas e sugestões úteis para a preparação. De todo modo, se você for daqueles que preferem estudar sozinhos a gastar tempo e dinheiro indo para o cursinho, ótimo! Para a primeira fase, eu diria que o cursinho pode ser, se você tiver boas orientações, disciplina de estudos e/ou boa bagagem de conhecimentos, dispensável.
Quanto à segunda fase, considero quase indispensáveis os cursos de Redação Português. Acho muito difícil alguém conseguir passar na segunda fase, se não houver feito cursinho preparatório. Há, obviamente, alguns casos de que já ouvi falar, mas são a minoria. Não vou falar sobre o já batido tema das idiossincrasias da banca da segunda fase, mas, mesmo quanto a coisas que não são “frescuras” da banca, achei muito bom o tanto de coisas (sobre Português de uma maneira geral) que aprendi no cursinho preparatório para a segunda fase. Desde os anos de colégio, sempre fui cético quanto à eficácia das aulas de Redação, mas devo admitir que valeu a pena: é inegável que a escrita melhora muito (nos padrões requeridos pela banca) com o cursinho. Se é necessário fazer um curso regular, que dura vários meses, ou se basta só o intensivo, às vésperas da segunda fase, depende de cada um. Acho desnecessário dizer que fazer cursinho também não é garantia de nada. Fiz tanto o curso regular quanto o curso intensivo e não me arrependi.
Com relação à terceira fase, também acho o cursinho muito importante. Em primeiro lugar, porque alguns professores realmente levam o trabalho a sério e ficam alucinados, procurando tudo o que os membros da banca têm estudado, escrito etc., e isso rende bons frutos, como alguns professores que acertam algumas questões que serão cobradas nas provas da terceira fase. Em segundo lugar, ainda que alguns professores não acertem muitas questões (o que não é uma tarefa muito fácil), a oportunidade de treinar a resolução de questões é fundamental por dois motivos: aprender a escrever na forma requerida pela banca e conseguir controlar o tempo de resolução das questões. Muitas pessoas têm problemas com o tempo para algumas provas da terceira fase (especialmente, para as provas de História do Brasil, de Geografia e de Política Internacional, que são as mais extensas). Não tive grandes problemas com isso e consegui escrever e revisar todas as questões de todas as provas, mas sei que muitos mal têm tempo de terminar de escrever.
Dito isso, já adianto: para essas três provas, é impossível fazer rascunho. Se você fizer, é muito provável que não conseguirá passar a limpo no tempo estabelecido. Para as provas de Direito e de Economia, não diria que é impossível (o número de linhas é menor, logo há tempo de sobra, pelo menos foi assim comigo), mas também considero desnecessário. No CACD, fiz rascunho apenas das provas de Português, de Inglês, de Francês e de Espanhol (em todas, sobrou algum tempo, mas não muito, após as revisões), pois são provas que eu alterava muito depois da redação inicial, trocava frases, palavras etc. Eu já sabia disso por causa de minha experiência com a resolução de questões no cursinho preparatório para a terceira fase, razão pela qual estive, sempre, atento ao relógio, para não perder tempo. Para todas as demais provas, o que se recomenda é, no máximo, um esquema inicial dos principais tópicos a ser discutidos nas questões, como um “brainstorming”. N~o fiz esse esquema em quase nenhuma questão, porque funciono melhor escrevendo direto, mas reconheço que nem todo mundo consegue fazer isso. Alguns podem preferir, ao menos, um momento de reflexão inicial, para fazer um esquema mental dos tópicos que serão desenvolvidos na questão, mas também não consigo fazer isso. A vida inteira, escrevi sem pensar, e deu certo. Não tive grandes problemas com isso no CACD, mas já alerto que não aconselho isso a todos. Muitos não conseguem manter o raciocínio, se não houver um planejamento a ser seguido, e acabam perdendo- se no meio da questão. Cuidado!
Conhecer os concursos anteriores é fundamental por várias razões. Não apenas para saber o que já foi objeto de cobrança, o que mais se repete, o que está ausente há algum tempo (e pode ser, eventualmente, trazido de volta), mas também para entender a lógica de formulação das questões em função dos contextos internacionais recentes, por exemplo. Isso é mais útil para a prova de Política Internacional, as demais não são tão influenciadas por acontecimentos recentes dessa maneira (Geografia e Economia também podem levantar alguns tópicos mais ou menos em voga, em face do que aconteceu em suas respectivas áreas nos meses anteriores ao concurso, mas não é uma regra tão forte quanto em Política Internacional).
Com relação aos conteúdos a ser estudados, atenção especial aos aniversários (10, 20, 30, 40... anos) dos principais tratados, organizações internacionais, acontecimentos marcantes etc., que costumam ser objetos de questões de Direito e de Política Internacional na primeira fase (na terceira fase, também podem ser cobrados, mas com menos frequência; em 2011, os cinquenta anos da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas foram lembrados em uma das questões). Visitas presidenciais a países mais importantes e visitas de chefes de Estado de outros países ao Brasil (destaque para EUA, China, Índia, Argentina...) no ano da prova, por exemplo, podem ser indícios de que poderá haver alguma questão nesse sentido. Obviamente, tudo isso não é regra (a pedra mais cantada de 2011, que foram os 20 anos do MERCOSUL, não apareceu em nenhuma questão da terceira fase; de todo modo, as relações com a Argentina, destino da primeira viagem presidencial de Dilma Rousseff, foram tema de questão da prova de Política Internacional).
Para a quarta fase, não há muito mistério. A cobrança de Francês e de Espanhol é bem básica, e conhecimentos de nível intermediário nos dois idiomas podem garantir uma nota razoável. De todo modo, vale observar que, nos últimos concursos, a quarta fase tem tido um peso enorme para a colocação final (especialmente, para as últimas vagas). Dessa maneira, confiar nos aprendizados de última hora de Francês e no Portunhol pode custar-lhe caro. Não recomendo deixar para estudar as duas línguas apenas após a segunda fase (como já vi que muita gente faz). Se você nunca estudou Francês e/ou Espanhol, recomendo começar um pouco antes (professores particulares podem ser mais úteis nesse caso, uma vez que você não precisará de atenção excessiva à conversação e à compreensão auditiva, como ocorre em muitos cursos em grupo). É difícil dizer quantas aulas ou meses são necessários, pois isso, obviamente, depende do rendimento e da facilidade de cada um.
De qualquer maneira, as provas não têm nada de complicado: não é necessário dominar os dois idiomas perfeitamente, as provas são instrumentais (leitura e compreensão de textos). Na prova de Espanhol, tive certo problema com algumas questões pontuais sobre o texto que poderiam ser respondidas em menos de uma linha (há previsão de mínimo de três linhas, máximo de cinco, sem copiar do texto), ou que não estavam, diretamente, no texto. Optei pelo tradicional método da “enrolaç~o”. Adicionei informações que não estavam sendo pedidas, só para conseguir escrever todas as cinco linhas. Em Francês, não tive grandes problemas com isso, a prova estava mais tranquila nesse aspecto. As duas correções foram pesadas, e notas acima de 40/50 foram raridade.
submitted by diplohora to brasilCACD [link] [comments]


2020.07.20 20:25 hccamello Progresso Semanal - Warland Idle journey

Progresso Semanal - Warland Idle journey
Progresso até o dia 19/07/2020

Novas funcionalidades:

Seleção de servidores:

  • Criamos uma infraestrutura de servidores e possibilitamos que o jogador possa escolher o servidor de jogo ao realizar seu primeiro login.
  • Os servidores serão criados automaticamente assim que o último servidor criado atinja uma determinada quantidade de contas criadas.
  • Planejamos no futuro adicionar um marcador de data prevista para abertura de novos servidores, assim os jogadores poderão se preparar para criarem suas contas no momento certo.

https://preview.redd.it/l31gil5702c51.jpg?width=440&format=pjpg&auto=webp&s=360c0d01cf036c3bcdb5a74ec76948259479779d

Possibilidade de escolher a posição inicial do Campeão antes da Batalha:

  • As batalhas vão ocorrer em um tabuleiro de 6x6.
  • Antes da batalha começar, o jogador pode escolher a posição inicial dos seus Campeões no seu lado do tabuleiro, e como os Campeões lutam automaticamente, a posição inicial será muito importante para determinar o resultado da batalha.

https://preview.redd.it/ofd9fpx802c51.jpg?width=440&format=pjpg&auto=webp&s=033fd6dbdbf7783182c41b3253eb3f2fd7fbe737

Design da Arquitetura de Cliente e Servidor

Antes de por a mão na massa e sair programando feito louco, é muito importante separar um tempo para planejar a arquitetura do sistema e o que deverá ser programado.
Já dizia Abraham Lincoln:
Dê-me seis horas para derrubar uma árvore e passarei as quatro primeiras afiando o machado.
Nessa semana nós fizemos vários desenhos e especificações para guiar a programação dos nossos servidores de jogo. Essas especificações incluem a organização do nosso Banco de Dados, a interface de comunicação entre o Cliente e o Servidor e também a organização dos arquivos de código fonte do jogo.

Refatoração do código do Cliente de jogo

A medida que vamos programando prototipos e fazendo testes com o que temos programado, novas ideias vão surgindo, bugs vão aparecendo e coisas precisam mudar.
Por causa dessa frequência de mudanças que é muito natural em projetos de progrmação, de vez em quando precisamos separar um tempo para refatorar o código fonte, ou seja, reorganiza-lo e adapta-lo aos novos requisitos que emergiram dos nossos testes.
Nessa semana nós também separamos um tempo para reorganizar os arquivos de código fonte do nosso cliente para seguir programando sem acumular muitas pendências.

Bastidores do desenvolvimento: O que é uma arquitetura “Cliente e Servidor”?

Segundo a Wikipedia:
O modelo cliente-servidor, em computação, é uma estrutura de aplicação distribuída que distribui as tarefas e cargas de trabalho entre os fornecedores de um recurso ou serviço, designados como servidores, e os requerentes dos serviços, designados como clientes.
Traduzindo:
  • Existe um aplicativo que roda no seu celular que é o Cliente do jogo.
  • Quando você joga, você quer que suas informações, como o seu nível, suas moedas e seus campeões fiquem salvos para que quando você fechar o aplicativo e entrar novamente, esteja tudo do jeito que você deixou.
  • Além disso, você quer conversar com seus amigos, ver o nível deles, entrar em guildas e interagir com outras pessoas.
  • Todos esses recursos que listei funcionam graças ao servidor.
  • O seu celular se conecta ao servidor pela internet, o servidor tem um programa responsável por toda a lógica do jogo, determinar quantas moedas você ganha no farm AFK, quais a recompensas por cada batalha dentre várias outras coisas.
  • Sempre que você executa alguma coisa no jogo, esse programa que roda no servidor salva o progresso do seu jogo em um Banco de Dados, e sempre que você voltar a jogar, o servidor irá carregar as suas informações que foram salvas no Banco de Dados para que você continue o jogo de onde parou.

https://preview.redd.it/jwmy398a02c51.jpg?width=1126&format=pjpg&auto=webp&s=8769cabbd2ab015fc2dcb77681f68a565e7a89bc
Para que a nossa equipe consiga fazer o jogo funcionar bem e ficar bem otimizado, é muito importante que toda essa arquitetura seja planejada e esteja bem organizada para melhorar a qualidade do produto final!
submitted by hccamello to warlandidle [link] [comments]


2020.06.07 17:53 cassyna Namoro virtual

Olá luba, papelões, gatas e turma que esta a ver, hoje eu vou falar de uma história que aconteceu comigo quando eu me apaixonei por um garoto pela internet, e eu queria saber se você poderia dizer se eu sou a "stalker" Ou "louca" Da situação, aliás vou contar o início desse "amor" Platônico por que e importante para essa história,obg boa leitura!
Lá para 2017 2018 eu entrei no otanix(comunidade do amino) para ver se eu arranjava amigos, depois de umas semanas no app eu descobri uma modinha de RPG de chat, achei muito interessante e resolvi criar o meu próprio RPG, pensei que não ia dar certo mas logo entrou bastante gente e até que estava daorinha, até que entrou um garoto que não tinha ninguém para conversar , como dona do chat fui arrumar um papo com ele. Conversamos bastante e vi que tínhamos muitas coisas em comum, então criamos um chat privado para conversamos, o nome dele e cleotom gravem isso, e um contexto importante. Essa amizade durou meses, conversávamos bastante, quase todo dia, até quando chegou o natal de 2018,no mês de Dezembro fui fazer uma viajem para passar o natal em Caraguá (muito bonito por sinal) avisei meu grande "amigo"e ele flw que era uma viajem daora mais não conhecia o local, pois ele era de Piauí e eu de são Paulo, quase não conversei com ele nesse tempo de viagem por que a internet de la travava muito. Até que chegou o dia, o grande dia, era noite de ano novo e estávamos todos do hotel reunidos lá fora, na contagem regressiva ele me ligou e me pediu em namoro, foi a primeira chamada de vídeo e o grande momento(mesmo não estando juntos gravei a data) E desde de aquele dia ficamos mais próximos, até que o celular dele foi roubado, mas eu não sabia disso então fiquei dias sem resposta dele, ele não havia passado mais nada, facebook,instagram nada, então eu colei o número dele no mensager e achei o face dele( foi totalmente inútil pois não tinha nada) mas tinha a mãe dele no face então chamei ela e peguei o zap dela, conversamos bastante e contei que era namorada dele, e ela disse que aprovava pois ela também já teve um namoro Virtual, (ps somos amigas até hoje) ela flw para o cleotom que eu estava conversando com ela ele me respondeu e conversavamos as vezes, fiquei muito próxima da mãe dele, até que um dia em outubro de 2019 a mãe dele criou um grupo mó zap e me add pq era a festa de aniversário dele e eles iriam fazer uma surpresa, lá conheci parentes amigos e primos, mas desde que conheci a mãe dele, ele estava muito distante quando disse que conheci os amigos dele ele disse que não era para contar sobre nós pq ele seria zoado, mas entendi e não contei, faria qualquer coisa por ele, então eu queria fazer uma surpresa, chamei um dos primos dele no zap e perguntei se no niver dele ele podia fazer uma chamada de vídeo para ser uma surpresa, ele concordou, mas não deu muito certo essa surpresa, quando era 22 horas por aí ele ligou e mostrou Lara meu namorado, ele desligou na hora e me mandou mensagem, disse que eu era louca e que eu era uma doente mental, e que esse relacionamento era doente, eu fiquei muito triste e nunca mais falei com ele esse ano ele me mandou mensagem em janeiro, disse que sentia muito e que ele estava muito estressado naquele dia, e que guardava meu desenho que fiz para ele até hoje,eu fui toda calma e disse que o nosso relacionamento nunca seria o mesmo, e ele respondeu "você ainda pensa no nosso relacionamento? Estou surpreso" Eu bloqueei ele e nunca mais falei com ele Eu sou a errada da situação? Ou ele que foi? Ps: eu jurava de pé junto que ficaríamos juntos e até contei para minha mãe, eles riram da minha cara e depois de terminarmos eles fizeram " A pegadinha do cleotom" Que era basicamente falar - a pegadinha do cleotom, oq e a pegadinha do cleotom? E gostar de um menino que mora do outro lado do mundo mas ele não gosta dela, oferecimento cachaça 51 Obg luba bjs >30
submitted by cassyna to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.01 03:50 NatanaelAntonioli O que os Anonymous fez, ou deixou de fazer?

1) Quem são os Anonymous?
Primeiro: ao contrário da Cicada - que se identifica assinando suas mensagens oficiais com uma chave PGP - o Anonymous é uma comunidade virtual descentralizada.
Ser descentralizada significa que não há um "Anonymous oficial", um "Anonymous verdadeiro" ou que existam "Anonymous falsos". Também significa que não há um processo para "se juntar ao Anonymous" que envolva passar por testes e obter aprovação de uma organização superior, e que não há um quartel general dos Anonymous no qual atividades feitas por essa comunidade são comandadas.
Qualquer um pode realizar um ato de hacktivismo e se identificar como Anonymous. Basta se chamar de Anonymous, e de preferência usar a identidade visual e jargão associados com essa comunidade (máscara e frase, principalmente).
Justamente por isso, existem centenas de atos associados ao Anonymous, como você pode ver em uma linha do tempo presente em https://en.wikipedia.org/wiki/Timeline_of_events_associated_with_Anonymous. Essa linha do tempo não é uma lista de atividades feitas por uma organização única, mas sim por pessoas que se proclamaram como parte dessa comunidade, e que provavelmente nunca tiveram relação entre si.
Grupos que fazem atos mais impactantes ganham mais notoriedade, mais reputação, e mais seguidores em seus perfis oficias. Lembre-se: esses perfis não são da Anonymous, mas sim de um grupo específico que se identifica como Anonymous.
Sendo assim, se dois grupos, clamando ser Anonymous, fizerem (a) invadir a conta do Donald Trump e deixar um link para seu perfil, e (b) invadir a conta comercial da padaria da esquina e deixar um link para seu perfil, o grupo (a) certamente será mais levado a sério do que o grupo (b), e, se continuar em atividade, poderá formar uma célula centralizada.
Existe, por exemplo, um perfil ativo desde 2012 e com 2 milhões de inscritos (https://www.youtube.com/useAnonymousWorldvoce/videos) que clama ser oficial e posta conspirações no melhor estilo canal dos amiguinhos. Esse canal poderia ser meu, ou seu, ou de qualquer um que usasse esse nome.
A criatura no céu é, na verdade, uma pipa de dementador: https://observatoriodocinema.uol.com.bfilmes/2017/03/harry-potter-jornal-relata-aparicao-de-dementador-nos-ceus-da-africa. Ter mais de 2 milhões de inscritos e se proclamar como Anonymous não te livra de ser um imbecil.
2) Sendo assim, qual grupo fez o quê ultimamente?
No dia 28 de março de 2020, uma página no Facebook com 11 milhões de seguidores intitulada Anonymous (https://www.facebook.com/anonews.co/) e associada ao site AnonymousNews (https://anewspost.com) publicou um vídeo (esse que você viu por aí: https://www.facebook.com/anonews.co/videos/285581555919237/?v=285581555919237) no qual a violência policial em Minnesota é denunciada, citando casos de abusos policiais contra a população negra. Os protestos são exaltados, e o vídeo afirma que os crimes cometidos por eles (não deixando claro exatamente a quem "eles" se referem, provavelmente o departamento policial) serão levados ao mundo.
https://preview.redd.it/fpc4bft0b7251.png?width=424&format=png&auto=webp&s=24f28ae2a013a9517c976a1df1caf4d93a1e8ed3
Dia 31, um influenciador de tecnologia afirmou que o Anonymous tirou do ar o site do departamento de polícia local (https://twitter.com/williamlegate/status/1266938876632981507).

https://preview.redd.it/rorhiev7c7251.png?width=592&format=png&auto=webp&s=54b557850c4137d913231af04ab00ebe8666e4c6
3) E cadê os documentos sobre Epstein, Trump, Michael Jackson e Princesa Diana?
Na verdade, nenhuma dessas coisas foi publicada pela primeira vez recentemente. Apesar dessa postagem (https://twitter.com/moonstargym/status/1267237023934558210) dar a entender isso, todas essas denúncias já haviam feitas no passado, e sequer tinham relação com um grupo intitulado Anonymous!
O livro que liga Epstein a várias personalidades conhecidas, por exemplo, foi descoberto em 2012 pelo jornalista Nick Bryant, e ganhou as manchetes dos jornais em 2019 (https://www.nytimes.com/2019/07/22/style/jeffrey-epstein-little-black-book.html), mesma época em que uma versão completa do livro foi publicada na internet (https://archive.org/details/jeffreyepsteinslittleblackbookunredacted/page/n31/mode/2up).
Data de envio do livro do Epstein.
Se você tiver dúvidas, basta acessar o material, usar a função CTRL+F e buscar por nomes que você viu no Twitter.

https://preview.redd.it/4pmlwkped7251.png?width=174&format=png&auto=webp&s=e36daabb20e294f75252188d83a9045c5361de03
https://preview.redd.it/tzvfilwfd7251.png?width=137&format=png&auto=webp&s=39d742253f7b31adb8bc7a17e935f994230c14c1
A versão divulgada recentemente é apenas uma transcrição dessa lista em formato de texto puro, e não contém novas informações.
As acusações de estupro contra Donald Trump também já existiam no passado. Aqui (https://legalschnauzer.blogspot.com/2019/01/donald-trump-has-paid-about-30-million.html), temos a publicação de exatamente a mesma lista que hoje foi atribuída aos Anonymous, em janeiro de 2019. O responsável pelo compilado de denúncias foi o site Wayne Madsen Report (WMR) (https://www.waynemadsenreport.com), mantido por Wayne Madsen, um autor americano e teórico da conspiração.
https://preview.redd.it/9a019yfvd7251.png?width=481&format=png&auto=webp&s=13269e755c5baee1c2c17f4ea43fd1910c1e585d
Por fim, a acusação envolvendo um assassino de aluguel que confessou ser responsável pela morte da princesa Diana foi checada pelo Snopes em junho de 2017 (https://www.snopes.com/fact-check/retired-mi5-agent-confesses-on-deathbed-i-killed-princess-diana/), que apontou que a origem da matéria foi o site Your News Wire (https://www.snopes.com/tag/yournewswire-com/), com um amplo histórico de notícias falsas, inclusive essa.
A acusação de que a morte de Avicii foi um assassinato após tentativas de expor um caso de abuso infantil é de 2018, surgiu do site Neon Nettle a partir de especulações, e é falsa, conforme análise do Snopes (https://www.snopes.com/fact-check/dj-avicii-expose-pedophile-ring/).
3.1) E os documentos do Vaticano?
De acordo com esse tweet (https://twitter.com/manelmarquez/status/1267400380704489472), a página do Vaticano foi invadida pelo Anonymous, e deixaram um link com denúncias de casos de abuso infantil.
De fato, o link está na página. Só acessar http://www.vatican.va/content/vatican/it.html.
Porém, o que ele simplesmente ignorou é que esse link é da resposta da própria Igreja a casos de abusos infantil ("chiesa" é "igreja" em italiano"), esse documento foi enviado pela própria Igreja, e isso já existia desde 2013 (http://archive.is/Vmv4H).
Já que estamos falando do site do vaticano, capturas recentes não mostram nenhum tipo de invasão: http://archive.vn/http://www.vatican.va/content/vatican/it.html e http://web.archive.org/web/20200529204115/http://www.vatican.va/content/vatican/it.html.
Um perfil brasileiro que se identifica como Anonymous postou o que intitulou um exposed do Vaticano, em https://twitter.com/anonymousdobstatus/1267528929193189378 e https://twitter.com/anonymousdobstatus/1267532085302120463. Porém, todas as informações aí presentes foram retiradas de notícias antigas, e não trazem nada de novo. São elas:
Urrutigoity (2014): http://www.ihu.unisinos.bnoticias/534505-o-curioso-caso-de-carlos-urrutigoity-parte-1
Montero (2008): https://www.twincities.com/2008/09/09/archdiocese-denies-helping-priest-to-flee-as-alleged-in-lawsuit/
Madden (2015): https://jacksondiocese.org/2015/09/statement-regarding-father-paul-madden/
Van Dael (2015): https://www.pri.org/stories/2015-10-16/fugitive-fathers-two-priests-have-been-suspended-globalpost-s-investigation
Baeza (1988): http://www.bishopaccountability.org/assign/Fernandez_Federico_ofm.htm
Tomé Ferreira (2018): https://g1.globo.com/sp/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2018/09/24/bispo-de-rio-preto-investigado-pelo-vaticano-em-denuncias-de-abusos-sexuais-deixa-cargo-ligado-a-cnbb.ghtml
Aldo di Cillo (2016): http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2016/09/ex-seminarista-da-pb-diz-ter-sofrido-assedio-sexual-de-bispo-dom-aldo.html
Antônio Sarto (2003): https://www.bishop-accountability.org/sites/Spricigo_Tarcisio/Crime.htm
4) Sendo assim, esse ocorrido acarretará em consequências reais?
Já que isso não ocorreu agora, provavelmente não - ao menos de forma série e em função disso.
O usuário médio do Twitter pode ter descoberto isso agora, mas as pessoas que investigam e tomam providências nesses casos, não. Além disso, o da princesa Diana sequer é verdadeiro.
E, por fim, nenhum grupo vazou "documentos ultra secretos e incriminadores" contra Trump no momento. Não há nenhuma ameaça sólida em jogo.
5) Devo pedir aos Anonymous que investigue o Bolsonaro, ou outra pessoa?
"Pedir aos Anonymous" tem tanto efeito quanto "pedir aos palmeirenses". Ambos não existem de forma centralizada, não compõe uma organização única, e qualquer pessoa pode se identificar como um.
Se você acha que pessoas que se identificam como Anonymous têm algum tipo de habilidade para isso, peça. Mas é mais inteligente pedir para pessoas que são capazes de realizar ataques cibernéticos, ou envolvidas com hacktivismo.
6) E o perfil no Twitter que se identifica como Anonymous atualmente?
O perfil presente em https://twitter.com/YourAnonCase, apesar de ter sido criado em 2011, não há capturas relacionadas a esse perfil no passado (http://archive.is/https://twitter.com/YourAnonCase e http://web.archive.org/web/*/https://twitter.com/YourAnonCase), o perfil só se tornou famoso hoje (https://socialblade.com/twitteuseyouranoncase/monthly), e, por isso, não tem nenhuma reputação no momento.
https://preview.redd.it/tfag8sq8h7251.png?width=589&format=png&auto=webp&s=95ad1796161c864e39bbd3f1d90a91b3bc856bf3

https://preview.redd.it/9tr3uk75h7251.png?width=502&format=png&auto=webp&s=0fdba0e65c118b48493db23775d32de1621b8f0a
https://preview.redd.it/f5vdvow5h7251.png?width=443&format=png&auto=webp&s=34b7426dff976d537b5da6be490123b48fe3c136
Já o perfil presente em https://twitter.com/OpDeathEaters é um perfil de uma operação mais séria de combate a casos de abuso infantil (inclusive envolvendo Epstein) que se identifica como Anonymous, mas cujas postagens são de 2019, e não parecem conter informações inéditas.
https://preview.redd.it/y8a61nlbh7251.png?width=605&format=png&auto=webp&s=1342eaeb967435f75008ea9ed657bd0013c98faa
E outro perfil, presente em https://twitter.com/YourAnonCentral com 2 milhões de seguidores é um perfil com mais reputação, que contém vários retweets do perfil da operação contra abuso infantil, além de mensagens questionando Trump sobre o caso Epstein. Porém, sem publicações inéditas.
https://preview.redd.it/m0no0gx1i7251.png?width=608&format=png&auto=webp&s=8ad7283f64dae70a0226922b2062f50a2e166a37
A galeria abaixo contém os tweets no qual o grupo - esse sim com reputação - mencionou Epstein. Todos eles fazem referência aos conteúdos levantados em 2019.

https://preview.redd.it/8bmzy8aul7251.png?width=618&format=png&auto=webp&s=0fcd8daf19bc091667f8d2fcd58b2442f43a0c7f
https://preview.redd.it/jnwsu2jvl7251.png?width=582&format=png&auto=webp&s=1a681b65034b7c173f1235fcc6fd84dc0251d138
https://preview.redd.it/zq1adbbxl7251.png?width=590&format=png&auto=webp&s=05cce53e9f40443d63ee60bfa895dc577dbcc82b
https://preview.redd.it/u0cthhu0m7251.png?width=570&format=png&auto=webp&s=177b827e2a9157fe53fd3d706099cf0f98a3f135
https://preview.redd.it/y75oz9k4m7251.png?width=571&format=png&auto=webp&s=d1f6abc0fe5348aeb7a68b51ec63fd15858b5228
E, aqui, momentos em que o mesmo caso foi mencionado em 29 de janeiro.
https://preview.redd.it/e7s2yer7m7251.png?width=571&format=png&auto=webp&s=719146a6b1e3fcaa74770dc9ef533f05f0e4971e
https://preview.redd.it/f7fnomx9m7251.png?width=556&format=png&auto=webp&s=713f06054ae890c1678080633b5ee2b6ca647ffc
E no dia 17 de janeiro.

https://preview.redd.it/8min7mddm7251.png?width=571&format=png&auto=webp&s=27f9f66b78041d2315e5481f51aebb14f4bf071f
Em suma: até o momento, não há novidades sobre Epstein. Apenas referências de uma célula do grupo com reputação a uma investigação feita entre 2015 e 2019.
submitted by NatanaelAntonioli to fabricadenoobs [link] [comments]


2020.05.31 02:16 Average_simian Como vocês lidam com a perspectiva de nunca conseguir encontrar o amor?

Sou um homem de 24 anos e me considero uma pessoa emocionalmente madura. Material e profissionalmente sigo melhorando gradualmente, mas ainda tenho um longo caminho pela frente. Em 2018 conclui minha graduação em História, mas a escolha não se mostrou muito promissora. Atualmente estou me organizando para uma nova graduação em uma área que possa proporcionar maior estabilidade e onde eu trabalhe menos. Tenho meus hobbies, bons amigos e saúde. Em suma, levo uma vida relativamente boa, tirando um ou outro problema que aflige qualquer ser humano, mas sempre dou um jeito de contornar e seguir em frente. Só tem uma coisa que realmente me incomoda e têm ocupado boa parte das minha reflexões recentes: a vontade que tenho de ter um parceiro romântico.

Já tive alguns webnamoros quando era mais jovem, mas devido a distancia e falta de maturidade na época, eles não levaram a nada. Na época de escola fiquei com algumas poucas meninas e tive meus amores platônicos, mas também nunca deu em nada. Só em 2014 que fui ter meu primeiro relacionamento sério e que durou pouco mais de um ano. Foi um relacionamento difícil e que fez com que eu amadurecesse muito. Ela era uma pessoa que tinha muita dificuldade de demonstrar afeto, e eu ficava cobrando atenção. Esta dinâmica dela ficar fugindo e eu ficar cobrando acabou ficando insustentável e ela resolveu terminar. No primeiro ano do término eu sofri muito e culpei ela pelo fracasso de nossa relação, mas com o tempo fui assimilando que nossas diferenças eram inconciliáveis, e que seria impossível e errado querer mudar o jeito dela de ser. Ela era ausente não só comigo, mas com todo mundo. E eu precisei reconhecer que gosto de parceiros românticos que são mais carinhosos e sensíveis.

Depois deste namoro me relacionei com outras garotas, e cheguei bem próximo de namorar duas delas. A primeira era uma amiga de longa data que conheci pela internet, e morava não tão longe de mim. Durante alguns meses a gente conversou muito e passei alguns dias na casa dela e ela alguns dias na minha. A gente se deu muito bem, e o fator de nossa amizade de longa data acabou fortalecendo ainda mais nosso laço. No horizonte eu via a possibilidade dela vir fazer a faculdade dela na minha cidade. O único porém é que ela ainda tinha assuntos mal resolvidos com o ex dela. Não demorou muito para eu perceber que ela estava dividida entre nós dois, e nesta balança o coração dela pesava muito mais pro lado do outro rapaz. Me retirei pra evitar de me magoar, mas até hoje somos bons amigos.

A segunda garota com quem eu poderia ter tido uma relação foi apresentada por meio de amigos em comum, e ela demonstrou interesse por mim depois de algumas vezes que a gente se encontrou. Ficamos por algumas semanas e logo eu joguei um balde de água fria entre nós. Por mais que ela fosse legal e tivéssemos muitas coisas em comum, eu não conseguia sentir atração física por ela. Até tentei contornar a situação, mas ficou evidente que não ia dar certo. Ainda não sei dizer o quão problemático é deixar a aparência ofuscar uma personalidade que gostei tanto. Mas tendo a pensar que é normal, cada ser humano tem suas preferencias. Não acho certo me manter em uma relação onde não consigo sentir prazer físico com a pessoa.

Enfim, contei toda esta história para poder ilustrar como acho difícil encontrar um parceiro romântico com quem eu realmente combine e dê certo. Já tive relação com alguém que não tinha a personalidade compatível comigo, com gente que combinava, mas já havia encontrado o amor em outro, e com uma pessoa que se encaixava em quase todos os aspectos, só que fisicamente não houve "química". Por mais que minha vida esteja encaminhada em outros campos, sinto que romanticamente eu nunca consiga avançar. Talvez eu nunca vá encontrar alguém para construir uma vida ao meu lado. Sinto que muita gente entra em relacionamentos por carência, e a relação acaba trazendo só dor em ambos. Também vejo gente que encontra sua "alma gêmea", e mesmo aos trancos e barrancos consegue ser feliz. Acredito que encontrar alguém que realmente combine e dê certo contigo seja pura questão de sorte, e que nem todo mundo vai ser feliz no amor.

Evidente que vou manter o coração aberto para novas oportunidades, mas a ideia de que nunca vou encontrar alguém já não me assombra mais. Como diria o saudoso Zé Ramalho: "Quem tem amor na vida, tem sorte". O que pensam sobre o assunto? Como vocês encaram a possibilidade de nunca encontrar o amor?
submitted by Average_simian to desabafos [link] [comments]


2020.05.30 21:39 dandankoha Eu só queria assistir simpsons (tem plot)

Olá luba editores e turma que está a ver,esta história aconteceu em 2017 próximo ao dia das crianças e meu aniversário( 23/10 ) e com o era uma data especial eu fui passar na casa do meu pai e como lá não possuia internet ainda eu estava assistindo meu simpsons de boa na maior altura do fone até que minha madrasta pega uma tupperware grande que estava cheia de pipoca e quebra na minha cabeça e meu vendo meu rosto todo sangrando (porque cortou minha sombrancelha e por milimetros não perdi um olho )meu pai vendo aquela situação com meu rosto cheio de sangue começou a chorar junto comigo até minha mãe chegar e me levar no médico e tomei uma FUCKING BESOTACIL que doeu mt e posso dizer para os meus amigos que minha primeira besotacil foi por causa de uma tupperware que voou na minha cara :) e até hj não tenho uma convivencia com meu pai definida (e minha mãe processou a minha madrasta por causa disso e tá no processo até hj) e hj ela tem uma filha com meu pai(em 2017 ela tava grávida)e eu aposto que ela não ficaria feliz se a minha irmã sofresse alguma coisa, e no processo ela colocou lá que ela é louca ent minha mãe ta tentando se for confirmado isto a minha madrasta pode perder a guarda da minha irmã. É isto lubixco espero que tenha gostado da minha historinha da minha vida é noix <3
submitted by dandankoha to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.29 06:30 KingYa810 Peso das costas

Oi galera, vou postar isso essa hora pq é o momento que estou sozinho com minha mente e consigo pensar melhor.
Mês passado eu tranquei minha faculdade depois de finalmente conseguir me abrir com minha família pra falar que não era o que eu queria, no momento eu não estava esperando a boa reação, mas fui surpreendido, acredito ter criado uma paranóia na minha mente hihi, estava cursando Engenharia de Software quando na verdade queria Ciência da Computação (é uma longa história).
Não lembrava do site udemy, sabia que tinha algum lugar na internet que tinha vários cursos de desenvolvimento ou algum assunto ligado a computadores, quando lembrei fui correndo pra ele ver os cursos, vi dois cursos, de primeira achei que seriam os que iria cursar logo de cara, mas me segurei e esperei, agora acredito que no próximo mês vou começar linguagem python e depois data science em python (um de cada vez), mas estou super feliz e os próximos irão ser arquitetura de redes e ethical hacking, e claro não posso esquecer o famoso Inglês. É isso, tirou um peso das costas.
submitted by KingYa810 to desabafos [link] [comments]


2020.05.27 18:52 dandankoha Tava assistindo meu simpsons de boa e veio uma tupperware que acertou minha cara

Olá luba editores e turma que está a ver,esta história aconteceu em 2017 próximo ao dia das crianças e meu aniversário( 23/10 ) e com o era uma data especial eu fui passar na casa do meu pai e como lá não possuia internet ainda eu estava assistindo meu simpsons de boa na maior altura do fone até que minha madrasta pega uma tupperware grande que estava cheia de pipoca e quebra na minha cabeça e meu vendo meu rosto todo sangrando (porque cortou minha sombrancelha e por milimetros não perdi um olho )meu pai vendo aquela situação com meu rosto cheio de sangue começou a chorar junto comigo até minha mãe chegar e me levar no médico e tomei uma FUCKING BESOTACIL que doeu mt e posso dizer para os meus amigos que minha primeira besotacil foi por causa de uma tupperware que voou na minha cara :) e até hj não tenho uma convivencia com meu pai definida (e minha mãe processou a minha madrasta por causa disso e tá no processo até hj) e hj ela tem uma filha com meu pai(em 2017 ela tava grávida)e eu aposto que ela não ficaria feliz se a minha irmã sofresse alguma coisa, e no processo ela colocou lá que ela é louca ent minha mãe ta tentando se for confirmado isto a minha madrasta pode perder a guarda da minha irmã. É isto lubixco espero que tenha gostado da minha historinha da minha vida é noix <3
submitted by dandankoha to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.09 22:11 IBGE Ranking de convidados do nerdcast por número de participações

Tava com tempo livre, decidi tentar extrair estatísticas interessantes sobre o Nerdcast. Para você que gosta de números, eis o ranking de convidados do nerdcast, por número de participações:
Rank Participante Participações Primeira Data da Primeira Última Data da Última
1 Tucano 274 15 - X-Men nos Quadrinhos 25/05/2006 723 - Futurologia: O Pós-Corona 01/05/2020
2 JP 168 09 - Pérolas do RPG 21/04/2006 722 - Pandemias pela história 24/04/2020
3 Eduardo Spohr 162 13 - Google é meu pastor e nada me faltará 17/05/2006 722 - Pandemias pela história 24/04/2020
4 Carlos Voltor 141 01 - Super-Homem: Herói americano ou do mundo? 02/04/2006 708 - Mandalorian: A babá do baby Yoda 17/01/2020
5 Bluehand 113 10 - Nostalgia Tecnológica 28/04/2006 559 - Tecnologias do Futuro 3 17/03/2017
6 Sr.K 104 31 - DO IT NOW, DAMMIT! 22/09/2006 723 - Futurologia: O Pós-Corona 01/05/2020
7 Portuguesa 69 25 - Coca-Cola, Cheetos e Dança da Vassoura 04/08/2006 724 - Bariátricas Selvagens 2: Double Dumping 08/05/2020
8 Atila 63 249 - Evolução artificial da Seleção Natural 04/03/2011 723 - Futurologia: O Pós-Corona 01/05/2020
9 Affonso Solano 59 268 - Novos velhos games rebootados 15/07/2011 720 - Não vale usar Google! 10/04/2020
10 Caio Gomes 56 331 - Conjecturas sobre viagens no tempo 05/10/2012 715 - Você tem noção do perigo? 06/03/2020
11 Guga 54 38 - HQ no cinema: Passado e futuro 10/11/2006 548 - Rogue One: A Fan Service Story 23/12/2016
12 Sra. Jovem Nerd 52 25 - Coca-Cola, Cheetos e Dança da Vassoura 04/08/2006 705 - Pequenos Prazeres 2 20/12/2019
13 Rex 49 60 - Homem-Aranha – Back in Black! 04/05/2007 708 - Mandalorian: A babá do baby Yoda 17/01/2020
14 Mario Abbade 36 06 - V de Vingança 08/04/2006 126 - Rock n’ Roll – 70/80 05/09/2008
15 Andre Souza 35 339 - Distúrbios mentais 30/11/2012 719 - Saúde mental na quarentena 03/04/2020
16 Filipe Figueiredo 33 474 - A Batalha de Stalingrado 17/07/2015 722 - Pandemias pela história 24/04/2020
17 Diogo Braga 31 268 - Novos velhos games rebootados 15/07/2011 720 - Não vale usar Google! 10/04/2020
18 Fabio Yabu 29 105 - Fábio Yabu, o homem que matou o Jovem Nerd 21/03/2008 649 - Aquaman, uma estrela do mar #TurumTsss 07/12/2018
19 Jonny Ken 28 195 - Quem fez a internet 29/01/2010 609 - Nerdcast sem Fio 4 02/03/2018
20 Nick Ellis 28 85 - Nerdcast sem fio 01/11/2007 629 - Black Mirror precisa de um abraço! 20/07/2018
21 Beto Estrada 27 268 - Novos velhos games rebootados 15/07/2011 667 - Shazam nos quadrinhos 05/04/2019
22 Tresde 26 72 - Conspiração – “Constantinopla” 27/07/2007 641 - Traumas de Infância 2 12/10/2018
23 Android 25 186 - Isaac Asimov e seus escravos tchecos 06/11/2009 594 - Blade Runner 2049: menos noir e mais futurista 17/11/2017
24 Guga Mafra 24 358 - O Poder da Retórica 12/04/2013 705 - Pequenos Prazeres 2 20/12/2019
25 Leonel Caldela 24 379 - Literatura Fantástica Brasileira 06/09/2013 721 - Chegando no fundo do Poço 17/04/2020
26 Marco Gomes 23 211 - Profissão: Programador 28/05/2010 647 - Comidas Horríveis 23/11/2018
27 Cardoso 18 102 - Rambo: Missão Cumprida 29/02/2008 418 - Debate: #vaitercopa #nãovaitercopa 13/06/2014
28 Amigo Imaginario 16 27 - Animês – Dooka yoroshiku onegai itashimasu 18/08/2006 388 - O mundo conservado das embalagens 07/11/2013
29 Guilherme Briggs 16 94 - Max, Traga Minha Capa! – Entrevista com Guilherme Briggs 04/01/2008 564 - O lado bom da vida 21/04/2017
30 Marcelo Bassoli 15 599 - Star Wars: Os Últimos Jedi – Vem pro nosso lado! 22/12/2017 721 - Chegando no fundo do Poço 17/04/2020
31 Cris Dias 14 89 - Nerdca$h 30/11/2007 412 - Bugs e Gafanhotos Digitais 02/05/2014
32 Leila 12 611 - Histórias Desgraçadas 16/03/2018 713 - Gaveta: O deus do carnaval 21/02/2020
33 Gaveta 11 228 - Profissão: Mago dos Efeitos Visuais 24/09/2010 724 - Bariátricas Selvagens 2: Double Dumping 08/05/2020
34 Ana Arantes 10 492 - Divertida mente no divã 20/11/2015 719 - Saúde mental na quarentena 03/04/2020
35 Izzy Nobre 9 188 - Histórias de emigrantes 20/11/2009 534 - Pokemongo 16/09/2016
36 Lierson Mattenhauer 9 606 - Segredos dos Restaurantes 09/02/2018 713 - Gaveta: O deus do carnaval 21/02/2020
37 Pirula 9 398 - A Era dos Dinossauros 24/01/2014 681 - Reprogramação Quântica de Mindset 05/07/2019
38 Henrique Granado 8 54a - Star Wars – 20.000 Lactobacilos, vivos! 01/03/2007 622 - Han Solo: É o que tem pra hoje 01/06/2018
39 Jurandir Filho 8 99 - Oscar – Em 2008, o Nerdcast vai para… 08/02/2008 678 - Os Piores Crossovers 14/06/2019
40 Katiucha Barcelos 8 664 - Capitã Marvel: Representou? 15/03/2019 721 - Chegando no fundo do Poço 17/04/2020
41 David Preti 7 421 - Eu, colecionador 04/07/2014 712 - Assim que nasce o Corona 14/02/2020
42 Edney Souza 7 89 - Nerdca$h 30/11/2007 434 - Nerds Cervejeiros 03/10/2014
43 Francine 7 240 - Que fim levou…? 17/12/2010 625 - Permanentemente desgraçado da minha cabeça! 22/06/2018
44 Irado 7 207 - Bêbado e na Mão do Palhaço 2 30/04/2010 644 - Essa minha timidez 02/11/2018
45 Mauricio Saldanha 7 142 - Retrospectiva Nerd 2008 02/01/2009 375 - Breaking Bad: Chutando o Balde 09/08/2013
46 Rafael Calsaverini 7 324 - Alô criançada, o Bóson chegou! 17/08/2012 425 - A Ciência dos Super-Heróis 2 01/08/2014
47 Marcelo Forlani 6 99 - Oscar – Em 2008, o Nerdcast vai para… 08/02/2008 334 - Remakes relembrados 26/10/2012
48 Altay Souza 5 614 - Dormindo no ponto 06/04/2018 715 - Você tem noção do perigo? 06/03/2020
49 Carlos Merigo 5 57 - THIS IS SPARTA!!! 30/03/2007 440 - Making of Podcasts 13/11/2014
50 Dubox 5 27 - Animês – Dooka yoroshiku onegai itashimasu 18/08/2006 652 - O SOBRENATURAL NÃO ECZISTE! OU NÃO… 2 21/12/2018
51 Leo Lopes 5 307 - Nostalgia do humor brasileiro 20/04/2012 676 - Elton “Reginaldo” John: Gênio Extravagante 31/05/2019
52 Anderson Argentoni 4 58 - Tartarugas Mutantes Adolescentes Ninjas e Nerds 13/04/2007 121 - Nostalgia Animada – Parte 02 01/08/2008
53 Bia Kunze 4 85 - Nerdcast sem fio 01/11/2007 609 - Nerdcast sem Fio 4 02/03/2018
54 Borbs 4 49 - Oscar – E o Nerdcast vai para… 26/01/2007 329 - Bikini Girls with Machine Guns 2 21/09/2012
55 Bruno Carvalho 4 354 - O turno dos RTS games 15/03/2013 508 - A dimensão dos games de mundo aberto 18/03/2016
56 Evandro De Freitas 4 354 - O turno dos RTS games 15/03/2013 508 - A dimensão dos games de mundo aberto 18/03/2016
57 Marcela Versiani 4 390 - A Era de Battlefield 22/11/2013 621 - Profissão: Artista de Games 25/05/2018
58 Pri Ganiko 4 631 - League of Legends: Confia na call 03/08/2018 685 - MCU Fase 4 02/08/2019
59 Sergio Sacani 4 323 - Marte, Curiosity e a Fronteira Final 10/08/2012 670 - O buraco negro é mais embaixo 26/04/2019
60 Caue Moura 3 375 - Breaking Bad: Chutando o Balde 09/08/2013 418 - Debate: #vaitercopa #nãovaitercopa 13/06/2014
61 Fabio Lugar 3 398 - A Era dos Dinossauros 24/01/2014 572 - A origem da vida 16/06/2017
62 Guilherme Camillo 3 429 - Profissão: Cara do TI 29/08/2014 513 - Cloudcast 22/04/2016
63 Lady Lark 3 01 - Super-Homem: Herói americano ou do mundo? 02/04/2006 03 - Quadrinhos: A volta de Jason Todd (?!) 02/04/2006
64 Marcelinho 3 366 - Especial Dia dos Namorados 2013 07/06/2013 520 - Especial Dia dos Namorados 2016 10/06/2016
65 Marina Val 3 505 - Doctor… Who? 26/02/2016 664 - Capitã Marvel: Representou? 15/03/2019
66 Mauricio Cid 3 278 - Profissão: Blogueiro 23/09/2011 714 - Viajar é se f*der 4 28/02/2020
67 Max Valarezo 3 659 - Vidro todo Fragmentado, mas inquebrável 08/02/2019 710 - O Oscar 2020 vai para… 31/01/2020
68 Rogerio Bonfim 3 217 - As eleições da internet. Ou não. 09/07/2010 414 - Homem no volante, perigo constante 16/05/2014
69 Alek 2 429 - Profissão: Cara do TI 29/08/2014 481 - A Cronologia Metal Gear 04/09/2015
70 Alexander Stahlhoefer 2 574 - A Reforma Protestante 30/06/2017 588 - A Mãe segundo Aronofsky 06/10/2017
71 Alexandre Inagaki 2 217 - As eleições da internet. Ou não. 09/07/2010 255 - Como eram gostosas as pornochanchadas 15/04/2011
72 Almondega 2 222 - Nerdtour 2010 – Nobody tell nothing 13/08/2010 481 - A Cronologia Metal Gear 04/09/2015
73 Andre Gordirro 2 495 - A Revolução Star Wars 11/12/2015 497 - Star Wars VII – O despertar das emoções 25/12/2015
74 Andre Vianco 2 379 - Literatura Fantástica Brasileira 06/09/2013 435 - Criação de Mundos 10/10/2014
75 Barbara Russell 2 441 - Profissão: Engenheiro Civil 21/11/2014 636 - Viajar é se f*der 2 07/09/2018
76 Carlinhos Troll 2 580 - Road Trip 11/08/2017 585 - Junk Food 15/09/2017
77 Daniel Jezini 2 560 - Como funciona o Brasil: TCU 24/03/2017 626 - Como funciona o Brasil: Urna Eletrônica 29/06/2018
78 Dexter 2 369 - Profissão: Médico 28/06/2013 503 - Esse Zika é vírus! 11/02/2016
79 Erick Carvalho 2 57 - THIS IS SPARTA!!! 30/03/2007 704 - Traduzindo o Senhor dos Anéis 13/12/2019
80 Flavio Augusto 2 449 - Nômades Modernos 23/01/2015 470 - Expresso Empreendedor 5 19/06/2015
81 Gabriel Dread 2 384 - Minha Vida Não Convencional 11/10/2013 661 - Cultos, fanáticos e pelados 22/02/2019
82 Gica Yabu 2 311 - Decifrando Donnie Darko. Ou não. 18/05/2012 396 - Babycast 10/01/2014
83 Guilherme Novaes 2 604 - O Futuro da Educação 26/01/2018 612 - Blockchain, criptomoedas e lagosta 23/03/2018
84 Gustavo Guanabara 2 211 - Profissão: Programador 28/05/2010 332 - Profissão: Professor 12/10/2012
85 Hell 2 260 - A história das histórias em quadrinhos 20/05/2011 313 - HQ: Os Velhos Novos 52 01/06/2012
86 Ken Fujioka 2 169 - Profissão: Publicitário 10/07/2009 397 - Polêmicas da Publicidade 17/01/2014
87 Leon Martins 2 476 - Viajar é se f*der 31/07/2015 534 - Pokemongo 16/09/2016
88 Lucas "Marduk" Rampinelli 2 526 - A revolução buffada dos eSports 22/07/2016 631 - League of Legends: Confia na call 03/08/2018
89 Lucas Radaelli 2 256 - Cegos, nerds e loucos 22/04/2011 506 - Cegos, nerds e loucos 2 04/03/2016
90 Luquinhaz 2 638 - Profissão: Videomaker 21/09/2018 659 - Vidro todo Fragmentado, mas inquebrável 08/02/2019
91 Marcos Pontes 2 484 - Histórias de um mecânico espacial 25/09/2015 617 - A nova corrida espacial 27/04/2018
92 Mau Faccio 2 505 - Doctor… Who? 26/02/2016 717 - Nerds Vaidosos 20/03/2020
93 Mila 2 690 - O futuro (des)esperado das I.A.s 06/09/2019 698 - Filme bom, ciência ruim 01/11/2019
94 Pollar 2 71 - Transformers – Hora de morfar! 20/07/2007 95 - Japão – Quem tem Koku, tem Edo 11/01/2008
95 Sandro Magaldi 2 470 - Expresso Empreendedor 5 19/06/2015 604 - O Futuro da Educação 26/01/2018
96 Vinicius K-Max 2 346 - Hackers, Crackers e Dieckmans 18/01/2013 363 - The Deep, the bad and the dirty web 17/05/2013
97 Vinicius Schiavini 2 76a - Lost – Malditos Mind Games! 24/08/2007 111 - O Invencível Homem de Ferro… Velho 02/05/2008
98 Vivi 2 690 - O futuro (des)esperado das I.A.s 06/09/2019 698 - Filme bom, ciência ruim 01/11/2019
99 Yasodara Cordova 2 642 - Privacidade na Internet 19/10/2018 690 - O futuro (des)esperado das I.A.s 06/09/2019
Notas: só inclui o programa principal (e não NerdTech, empreendendor, etc) e apenas quem teve pelo menos duas participações. Feito com dados dos episódios 1 a 724. Pode conter pequenos erros.
De bônus, algumas curiosidades sobre participações que encontrei no processo:
Convidado que sumiu por mais tempo antes de voltar: Erick Carvalho, por quase 13 anos entre o 57 - THIS IS SPARTA!!! e o 704 - Traduzindo o Senhor dos Anéis . Os próximos da lista são Dubox (222 ao 652, 8 anos), Henrique Granado (220 ao 548, 6.5 anos), Cid (427 ao 714, 5.5 anos), Gabriel Dread (384 ao 661, 5.5 anos) e Irado (207 ao 480, 5.5 anos)
Nerdcast com mais participantes: 632 - O mundo depois de Thanos (10: Alottoni, Átila, Caio Gomes, Eduardo Spohr, Filipe Figueiredo, Marco Gomes, Pirula, Sr. K, Tucano e Azaghal). Como apontou u/NukeNipples, o 632 na verdade só tem 5 participantes. O nerdcast com mais participantes de verdade, então, provavelmente é o 219 - Lost: Desabafo!, com 9: Alottoni, Fábio Yabu, JP, Tucano, Maurício Saldanha, Nick Ellis, Android, Eduardo Spohr, e Azaghal.
Sugestões de outras estatíticas interessantes para calcular são bem vindas.
submitted by IBGE to jovemnerd [link] [comments]


2020.03.05 00:17 PSPbr Contratei semana passada fibra OI e estou aguardando a instalação. Essa semana já nos ligaram novamente duas vezes nos oferecendo o mesmo serviço e pedindo pra confirmar dados, estou fodido, é golpe?

Sim, eu sei que contratei OI e estou provavelmente fodido. Mas acreditei que não estaria mais fodido do que estou com a internet atual que tenho. Estou há anos esperando chegar a fibra aqui na rua e, já que a OI foi a primeira a chegar aqui, acabei mordendo a isca.
Os dados que eles pedem para confirmar é o CPF, data de nascimento do titular, e agência e conta do banco pra realizar a portabilidade (dados já fornecemos na contratação). Na primeira vez nos avisaram que não estava agendada a instalação, e na segunda nos avisaram que o serviço sequer havia sido contratado. Minha mãe acabou re-contratando o serviço na segunda ligação e passou todos os dados de novo.
Alguém já passou por situação similar?
submitted by PSPbr to brasil [link] [comments]


2020.02.05 20:27 throwawayps13 SÚMULA N. 336 STJ - Pensão por morte

Boa tarde gente. Fiz esse post há mais de 4 meses atrás, e depois de receber ajuda prossegui com uma tentativa administrativa de pensão por morte para minha mãe em razão do falecimento do meu pai.
Resumindo o caso rapidão:
Meu pai faleceu e minha mãe não recebia pensão alimentícia no nome dela pois havia renunciado ao direito; dois filhos recebiam essa pensão morando com a mãe (moram até hoje). Minha mãe resolveu tentar receber pensão por morte em função de dívidas acumuladas, e aí viemos parar onde estamos agora. O ministério da economia a intimou com a negativa da primeira tentativa administrativa alegando que minha mãe "não era pensionada pelo servidor", e referenciaram a lei:
Art. 3º A Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 , passa a vigorar com as seguintes alterações:
“Art. 215. Por morte do servidor, os dependentes, nas hipóteses legais, fazem jus à pensão a partir da data de óbito, observado o limite estabelecido no inciso XI do caput do art. 37 da Constituição Federal e no art. 2º da Lei nº 10.887, de 18 de junho de 2004 .” (NR) “ Art. 217. ................................................................... II - o cônjuge divorciado ou separado judicialmente ou de fato, com percepção de pensão alimentícia estabelecida judicialmente;
Minha mãe não era pensionista pois renunciou aos alimentos na separação.

Pois bem, pretendemos entrar com um recurso administrativo com base em:
SÚMULA N. 336 A mulher que renunciou aos alimentos na separação judicial tem direito à pensão previdenciária por morte do ex-marido, comprovada a necessidade econômica superveniente.
https://ww2.stj.jus.bdocs_internet/revista/eletronica/stj-revista-sumulas-2012_28_capSumula336.pdf

Meu pedido de ajuda aqui pro ConselhosLegais seria: basta comprovar a necessidade econômica superveniente pra ter direito à pensão, certo? Como comprovar a necessidade econômica superveniente?
Pra mim, que sou leigo em direito aparenta ser com base no fato de que por décadas as despesas da casa (mãe e filhos) eram pagas com as receitas da minha mãe e da pensão dos filhos, e que com o falecimento do pai (e consequentemente fim da pensão) e acúmulo de dívidas se comprova a dependência financeira para recebimento da pensão por morte. Faz sentido?
Obrigado!!
submitted by throwawayps13 to ConselhosLegais [link] [comments]


2020.01.28 13:05 expanssiva Veja agora as 10 vantagens de uma gráfica online

Veja agora as 10 vantagens de uma gráfica online
No início dos anos 2000, permitiram obter suas impressões em apenas alguns cliques. Tudo o que você precisa é de um PC para fazer seu pedido pela Internet e receber suas impressões em casa ou no escritório depois de alguns dias, quase por mágica.
Assim, a tecnologia digital revolucionou o mercado de artes gráficas, reduzindo custos e reduzindo significativamente o tempo para pequenas tiragens.
Esses fatores decretaram o sucesso das gráficas online, que renovaram suas máquinas inserindo as primeiras impressoras a jato de tinta e toner e se especializaram gradualmente na impressão digital e isso se torna uma das vantagens da gráfica online.

1. Custos baixos

O trabalho de pré-impressão é reduzido ao mínimo, porque, diferentemente da impressão offset, no digital não é necessário preparar chapas litográficas, montá-las e preparar a máquina.
Isso permite que você imprima poucas cópias de um documento sem o “lastro” de custos fixos, que devem ser considerados na impressão offset tradicional.
Muito conveniente para você, porque você pode decidir imprimir algumas dezenas ou centenas de cópias do que precisa, apenas quando necessário, e não precisa mais armazenar pilhas de caixas dobráveis ​​ou catálogos com anos de idade debaixo da mesa (sentindo-se culpado por jogá-los fora).

2. Sustentabilidade ambiental

Obviamente, as tintas também são usadas na impressão digital, como de fato em qualquer tecnologia de impressão.
Mas vale dizer que mais uma das vantagens de uma gráfica online é uma economia de tintas, logo uma sustentabilidade ambiental.
Gráfica Online

3. Velocidade de produção

Como não há necessidade de preparar as chapas, calibrar as máquinas, prepará-las, assim, o processo de impressão digital é muito rápido.
Quando a impressora é lançada, a máquina começa imediatamente com a produção e seus cartões de visita ou folhetos dobráveis ​​saem da máquina rapidamente (sim, quase, porque antes que eles possam ser enviados, eles devem ser cortados e dobrados).

4. Impressão sob demanda

Você só imprime quando precisa e apenas o que realmente precisa. Não há mais a necessidade de “depósito”: apenas armários cheios de folhetos antigos e cartões de visita de pessoas que estão aposentadas há anos!
Isso também se aplica à tipografia, que não precisa mais armazenar chapas volumosas que podem ser usadas apenas uma vez ou descartá-las.

5. Pequenas tiragens

Ao mesmo tempo, quando a impressão offset era a única alternativa possível, para diminuir os custos, era necessário imprimir grandes quantidades de material de comunicação.
Hoje não é mais assim, e você pode se dar ao luxo de imprimir apenas o que você precisa, exatamente quando é necessário: banners,cadernos, cartões de visitas, folders e outros mais.
Assim, essa é uma das vantagens da gráfica online, que permite que você pode fazer tiragens muito pequenas sem aumentar os custos e os tempos de impressão.

6. Personalização

As modernas tecnologias de impressão, combinadas ao software, permitem um alto grau de personalização do produto.
Você tem total flexibilidade de design, também pode criar layouts completamente diferentes para cada produto: levando esse recurso ao extremo, por exemplo, você também pode optar por criar cartões de visita com todos os gráficos diferentes, mil cartões de visita com o layout um diferente do outro. Uma personalização muito mais simples, mas realmente eficaz, é dada pelo uso de dados variáveis ​​(em inglês Variable Data Printing ou VDP): você pode inserir números de série, nomes, imagens personalizadas para cada cliente ou se decidir imprimir um catálogo numerado.

7. Precisão de impressão

Até agora, a tecnologia de impressão digital de uma gráfica online tem uma ótima qualidade em termos de precisão de impressão.
Esses resultados são alcançados graças a sofisticados instrumentos eletrônicos (como o espectrofotômetro em linha) que medem a consistência das cores, a definição da impressão e mantêm um alinhamento perfeito entre a frente e as costas.

8. Do seu PC à impressora, tudo isso online

Deseja falar sobre a conveniência de uma gráfica online?
Os tempos são reduzidos ao mínimo e agora a Gráfica expanSSiva é, em todos os aspectos, uma extensão da sua impressora doméstica.
Você nem precisa se preocupar em usar o telefone: basta enviar o arquivo pronto para impressão via PC, selecionar as melhores opções para o seu produto e aguardar o correio tocar a campainha. Sem perda de tempo, tudo rápido e fácil.
submitted by expanssiva to u/expanssiva [link] [comments]


2020.01.23 21:25 luizhenhikki Dúvida: repúblicas (ou pensão) em São Carlos

Olá!!!

Sei que o resultado da primeira chamada da FUVEST sai só amanhã, mas eu já estava me precavendo para a possibilidade de eu passar na USP e já estava procurando apartamentos para alugar em São Carlos (já que eu moro bem longe).

No entanto, eu realmente me assustei com os preços de aluguel e acho que não vou conseguir bancar os custos de morar sozinho (e não conheço ninguém para morar junto e dividir as despesas), mesmo trabalhando (pq o curso que quero é em período integral, então provavelmente só vou conseguir trabalhar de bico).

Então, eu queria saber se tem algum lugar na internet em que eu possa procurar por repúblicas ou alguma pensão para viver, pois procurando no google eu realmente não achei nada... Teria que ser no facebook ou algo do tipo? (O foda é que não tenho face kakaka, se tiver que ser vou ter que criar uma conta, espero que seja simples). Até achei alguns sites, mas não tinha nada neles. Achei um só com alguns anúncios de república, mas eram bem poucos e pareciam um pouquinho antigos (não tinha data).

Sei que há alojamento na USP de São Carlos mas não sei se é tão simples conseguir vaga lá. A princípio, quero alugar alguma coisa mesmo e depois eu faço para ver como é morar lá na USP...


TL;DR: preciso encontrar alguma república ou pensão para viver em São Carlos, se possível bem pertinho da USP. Onde procuro?


Obrigado a todos que puderem ajudar!!!!
submitted by luizhenhikki to USP [link] [comments]


2020.01.16 14:10 ebookrevenda Como utilizar o SEO do Google para ranquear meu site na primeira página?

Como utilizar o SEO do Google para ranquear meu site na primeira página?

https://preview.redd.it/xgv5nsgw35b41.jpg?width=760&format=pjpg&auto=webp&s=61a8d29c5d470a5ec386fdffd70fc242bcabc62b
A primeira coisa que deve ficar claro aqui é que não adianta trabalhar apenas o SEO em seu site, Seu site fique bem posicionado nas pesquisas do Google você precisa divulgar, ganhar Backlinks, Esse é um fator que na verdade seria o mais importante, Pois não adianta apenas otimizar o seu site achando que pessoas vão visitá-lo ou que de alguma forma ele vai passar a aparecer nas buscas do nada.
Seria o mesmo que criar um site hospedado em algum servidor e achar que as pessoas vão visitá-lo sem que você faça qualquer divulgação ou indique o link para alguém, pelo menos em todo meu tempo de trabalho como programador nunca vi isso acontecer, então mãos a massa e Vamos divulgar o seu site, Divulgado você pode otimizar deixando mais adequado para os sistemas de pesquisa quando o Google, Bing, Yahoo e outros.

https://preview.redd.it/5464ef6x35b41.png?width=1033&format=png&auto=webp&s=ff33048b33864558670888f7c10e77bc1ba12727

UM SOFTWARE QUE PODE TE AJUDAR MUITO


https://preview.redd.it/2fyzeasy35b41.png?width=967&format=png&auto=webp&s=b46f880cbb4fc189798973e673646b01ef6faa95
Existe um software chamado PCG Programa Classificados Grátis, esse software é uma pegador de sites de classificados grátis O programa tem uma lista com mais de 250 sites cadastrados em sua base de dados, você usa o programa para fazer anúncios em todos esses sites de forma automatizada o programa preenche todos os campos dos Sites e você vai apenas confirmando os anúncios, isso agiliza muito trabalho para pessoas que gostam de fazer divulgação Nesse tipo de site,
As vantagens de se anunciar em sites de classificados grátis é que além das visitas vindas diretamente dos Sites você também tem visitas vinda de buscadores como Google e outros, isso porque os buscadores indexam seu anúncio, Geralmente o que é indexado são os títulos de seus anúncios, por exemplo, se você fizer um anúncio com o seguinte titulo:
“Aprenda como fazer mais vendas na internet”
Em alguns dias ou até no mesmo dia esse anúncio feito vai aparecer no Google e quando uma pessoa fizer uma pesquisa semelhante ela vai encontrar o seu anúncio e acaba indo até o seu produto ou serviço.

https://preview.redd.it/m01dsjpz35b41.png?width=1033&format=png&auto=webp&s=318a57bec5b1f47e1c85702de6bc09652ad74726

OUTRA GRANDE VANTAGEM


https://preview.redd.it/wpg0bsz045b41.jpg?width=500&format=pjpg&auto=webp&s=50181211b41177f9ceb3af878fbb9ad5dac8060e
A outra grande vantagem que vejo com a técnica acima usando o programa PCG Programa Classificados Grátis, é o ganho com os backlinks, citei isso no início do texto, quanto mais backlinks você tiver mas o seu site vai ficar bem posicionado nas buscas do Google, e a cada anúncio que você fizer em um site de classificados grátis você ganha um backlinks vindo desse site, sendo assim quanto mais você anunciar mais resultados como essa técnica você vai ter…
Agradeço muito se der um voto positivo a minha resposta, espero ter ajudado de alguma forma, desejo muito sucesso com seu trabalho de SEO em sua página e que você consiga atingir os objetivos, o software que citei é muito bom vale a pena usar.

https://preview.redd.it/zzh9i5q145b41.png?width=1033&format=png&auto=webp&s=73dcf18cd7d3a61f222bc46c51ad480247434518
Palavras-chave relacionadas
seo google sites, seo google ads, seo google pdf, seo google curso, seo google meu negócio, seo google play, seo google como funciona, seo google adwords, seo google analytics, seo google o que é, seo google analyzer, seo google algorithm, seo google analytic, seo google analytics course, de seo google, mise a jour seo google, seo de google, mise à jour seo google, seo google business, seo google bert, seo google blog, seo google best practices, seo google bisnis, seo google breadcrumb, seo google blogger, seo google basics, seo google backlinks, seo google chrome, seo google check up, seo google check, seo google console, seo google course free, seo google description, seo google discover, seo google docs, seo google data studio, seo google digital garage, seo google developers, seo google definition, seo google developer, seo google documentation, seo google dance, curso de seo google, analise de seo google, tecnicas de seo google, curso de seo google gratis, guia de seo google, manual de seo google, costo de seo google, 株式会社アークh.d seo google, seo google extensions, seo google extension, seo google eat, seo google exam, seo e google adwords, seo e google ads, seo en google, google seo expert, google seo experts, seo en google my business, o que é seo google, e-a-t google seo, seo e google analytics, seo e google, seo google free, seo google free course, seo google first page guaranteed, seo google ferramentas, seo google for jobs, seo google forum, seo google first page, seo google facebook, seo google fonts, seo for google sites, seo google guide, seo google guidelines, seo google garage, seo google guide 2018, seo google guia, seo google guide pdf, seo google guida, curso seo google gratis, seo google help, seo google html, seo google how to, seo google h1, seo google home, seo google https, seo google hoepli, seo google headlines, seo google heading, hashtag seo google, h tags seo google, seo google images, seo google indexing, seo in google sites, meta seo inspector google chrome, seo in google, seo in google analytics, google seo insights, google seo iframe, google seo infinite scroll, seo in google my business, seo google jobs, seo google javascript, seo google joomla, google seo js, google seo json, google seo update june 2019, google seo react js, google seo vue js, google seo javascript content, google seo json-ld, seo google keyword planner, seo google kurs, seo google kosten, seo google kriterien, google seo keyword search tool, google seo keyword research tool, google seo keywords meta tag, google seo keywords, google seo keyword tools, seo google login, seo google local, seo google londrina, seo google learn, seo google latest update, seo google là gì, seo google libro, seo google links, seo google local business, seo google ljubljana, seo google meta, seo google maps ranking, seo google meta tags, seo google meaning, seo google marketing, google my business seo, seo google news, seo google name, seo google not indexing, seo no google, yoast seo google news, seo new google sites, google seo new update, google seo new algorithm, google seo noscript, seo google organico, seo google optimization, seo google organic, seo on google sites, seo or google ads, seo or google adwords, seo on google maps, seo on google analytics, google seo optimize, seo google php, seo google posicionamento, seo google play store, seo google price, seo google plus, google partner selo, seo google plugin, seo google page, seo para google sites, seo para google maps, seo e o google qual relação existe, google seo quality score, google seo query parameter, seo quake google chrome addon, google seo questions, google seo qualification, google seo query string, google seo quality guidelines, que es seo google, seo google reviews, seo google rankings, seo google results, seo google ranking checker, seo google ranking factors, seo google ranking tips, seo google rules, seo google robots, seo google ranking, seo google rank checker, seo google search console, seo google search, seo google support, seo google shopping, seo google scholar, seo google sheets, seo google search tricks, seo google sitemap, seo google trends, seo google test, seo google tag manager, seo google tips, seo google tags, seo google title, seo google tutorial pdf, seo google tricks, seo google updates, seo google update 2019, seo google update 2018, seo google url parameters, seo google url, seo google update august 2018, seo google users, google seo url structure, seo google verification code, seo google video, seo google voice search, seo google vector, seo google vs bing, seo google videos, google seo vue, google seo vector, google seo tips on vue.js, seo vs google ads, seo google website, seo google words, seo google webmaster tools, seo google webmaster, seo google wikipedia, seo google wordpress, seo google wiki, seo google wordpress plugin, yoast seo google xml sitemaps, google seo xml sitemap, google seo xml, yoast seo or google xml, yoast seo google xml sitemaps 併用, yoast seo google xml sitemaps 并用, all in one seo google xml sitemaps, youtube google seo, seo google youtube, yoast seo google search, seo yoast google analytics, seo yoast google search console, yoast seo and google xml sitemaps, yoast seo google analytics code, diferencia entre seo y google adwords, google y seo, seo google zertifikat, google seo zertifizierung, google seo marco ziero, google seo kurs zürich, google zukunftswerkstatt seo, seo optimizacija sajta za google, zasady seo google, algoritmo di google seo zoom, seo google zoekwoorden, seo optimizacija za google, 2019 google seo #1 ranking tactic link building (backlinks), google seo 101, mybb google seo 1.8, total seo blueprint - google #1 rankings made easy, seo google platz 1, seo google 2020, seo google 2018, google seo 200
submitted by ebookrevenda to MarketingDigitalBR [link] [comments]


2019.12.24 01:32 RandomMe98 Bragatel

Estou com hipóteses de fazer um texto sobre a Bragatel em Janeiro e preciso da ajuda de redditors cá da cidade. Com sorte espero que isto chegue a outras zonas para falar sobre a Pluricanal (porque a TVTEL está bem documentada) ou até operadoras muito pequenas que só surgiram há pouco e que fecharam (STV Telecom que hoje só oferece serviços da Nowo e Uniteldata de Chaves que nem sequer esteve em actividade recentemente).
Alguns pontos a frisar:
Portanto, porque é que eles decidiram acabar com uma empresa que tinha tanto potencial para andar à frente? Segundo os meus pais eu tinha Bragatel até Março de 2001 (tenho escassas memórias - sobretudo de ter o ProSieben em casa) e o meu pai decidiu mudar por causa da SIC Notícias, que na altura estava em fase de negociação. No entanto cheguei a ter algumas memórias da dita em casas de outros que tinham o serviço, pelo menos o de televisão.
Par de links para a memória:
Site da Bragatel: http://web.archive.org/web/*/bragatel.pt
Anúncio da Bragatel: https://www.youtube.com/watch?v=T96RYeAmLXc
submitted by RandomMe98 to portugal [link] [comments]


2019.12.14 18:16 JairBolsogato Dados são o novo Petróleo: num futuro próximo, seu histórico online vai destruir sua liberdade (não só para Chineses)

Todos os dias você voluntariamente fornece centenas de items de dados para empresas gigantes de bilhões de dólares.

No pior cenário possível, como todos esses dados poderiam ser usados ​​contra você se alguma empresa ou talvez o governo tivesse motivação para fazê-lo? A resposta pode ser aterradora.
Vamos dar uma olhada onde já estão usando os dados das pessoas para testar os limites dos direitos humanos: China.
A China é dirigida por um partido comunista e eles começaram a mostrar ao mundo o quão distópico um país pode se tornar na era digital. Você já deve ter ouvido falar sobre o sistema de crédito social atualmente sendo testado em toda a China. Essa idéia existe desde 2001 e espera-se que esteja totalmente operacional em toda a China continental até 2020, afetando e controlando 1,4 bilhão de pessoas.
Caso você não tenha ouvido falar disso, aqui está uma rápida descrição: cada cidadão recebe uma pontuação de crédito social que é semelhante à pontuação de crédito financeiro que temos no Ocidente que aria de 350 a 950. O cidadão pode aumentar sua pontuação de crédito social realizando boas ações, como denunciando crimes, doando sangue e executando feitos heróicos (e o que eles consideram heróico?).
Mas a pontuação cairá se o cidadão passar a cometer crimes, atravessar o cruzamento com sinal vermelho, falar alto em público ou jogar pontas de cigarro ou fruta no chão. Mas isso fica ainda mais assustador ao vermos que o objetivo é que todo o sistema seja automatizado e a China está trabalhando com empresas privadas para desenvolver ativamente sistemas de Inteligência Artificial que monitoram cidadãos 24 horas por dia online e offline.
A China atualmente possui a maior rede de câmeras do mundo, com mais de 200 milhões de câmeras atualmente instaladas em todo o país e o governo diz que pretende aumentar para 600 milhões até 2020. Mas esse sistema de câmeras da China tem uma diferença perturbadora, pois é alimentado por inteligência artificial. O sistema na China pode reconhecer rostos em uma fração de segundo e combiná-lo com um enorme banco de dados de mais de um bilhão de pessoas.
Ele pode até reconhecer o que as pessoas estão fazendo em tempo real, se estão atravessando a rua ilegalmente, se eles estão discutindo com alguém que a câmera reconhece e, se detectar tal atividade, pode deduzir automaticamente alguns pontos da pontuação de crédito social dos indivíduos. As câmeras são capazes de reconhecer os números das placas e podem fazer exatamente o mesmo por mau comportamento ao dirigir.
O sistema de crédito também abrange processadores de pagamento chineses, como o Ali Pay, que ajudaram o governo a desenvolver algoritmos que podem ajustar automaticamente a pontuação de crédito social de um indivíduo com base no seu padrão de consumo, por exemplo, se alguém compra regularmente cerveja e pode indicar que é alcoólatra. Assim, os pontos também serão deduzidos pela compra de muitos videogames e cerveja se forem uma grande parte do gasto mensal (isso me deixaria completamente ferrado!)
Se uma mulher comprar fraldas, de acordo com o governo, isso indica personalidade responsável e, assim, sua pontuação de crédito social receberá um impulso automático. Se um indivíduo se casa com alguém com uma pontuação de crédito social mais baixa do que ele, a pontuação mais alta é puxada para baixo.
Como você pode imaginar, esse sistema aterrorizante atua no mundo on-line. O governo chinês monitora as postagens de mídia social e a atividade de navegação na web de todos os seus cidadãos. Se eles postarem algo negativo sobre a China ou o Partido Comunista, sua pontuação será reduzida da mesma forma que qualquer atividade on-line que a China julgue negativa, como enviar posts com raiva ou simplesmente visitar os vários sites, isso colocará marcas negras nos registros com baixa pontuação.
As pessoas com classificações de crédito social baixas são expostas e envergonhadas em grandes outdoors digitais públicos em shopping centers, nas estações de trem. Eles mostram os nomes dos rostos dos residentes locais com as pontuações mais baixas. Existe até um aplicativo móvel que mostra os nomes e os locais de qualquer pessoa com uma pontuação baixa. Na sua vizinhança em tempo real, os chamados cidadãos-modelo serão venerados em outdoors nas praças da cidade.
Se a pontuação de crédito social cai abaixo de um certo limite, o cidadão é automaticamente colocado em uma lista negra. Esses indivíduos são proibidos de comprar bilhetes de trem ou avião. Eles não podem solicitar um empréstimo ou alugar um apartamento. Talvez nem consigam mais serviço de telefone e mídias sociais pois as contas são fechadas.

Eles são efetivamente forçados para fora da sociedade e se tornam prisioneiros dentro de sua própria casa, geralmente sem cometer nenhum crime.

Outra parte assustadora do sistema de crédito social da China não é o sistema em si, mas como o povo da China parece aceitar isso abertamente. Sempre que jornalistas ocidentais entrevistaram cidadãos chineses tudo o que eles faziam era elogiar o quanto isso melhorou suas vidas e a comunidade. Chineses que escaparam do sistema contam uma história completamente diferente e ainda mais distópica. Falar negativamente sobre o sistema é motivo para represálias.
Todo esse sistema naturalmente parece mais totalitário para qualquer ocidental, porque somos criados com liberdades genuínas e uma mentalidade individualista, enquanto a China tem uma história do estado governando com punho de ferro e o povo é criado com uma mentalidade coletivista onde o estado é priorizado sobre qualquer indivíduo.
Não se sabe se um sistema de crédito social seria ou não implementado no Ocidente por causa dos direitos humanos básicos. Todos esperamos que não seja, mas...

...a quantidade de dados que você entrega voluntariamente para as empresas do Vale do Silício todos os dias significa que eles têm um retrato digital de quem você é prontinho para ativar um sistema de crédito social.

Amanhã, se eles ou o governo desejarem, o Google conhece seus movimentos, o que você procura e que tipo de vídeo você gosta de assistir. O Facebook sabe quem são seu amigos e familiares, os sites que você visita, seus gostos e o que você detesta, suas esperanças e temores. Google, Apple e Facebook conhecem seus hábitos exatos de consumo, dependendo de você ter vinculado seu cartão a qualquer um dos serviços deles e isso é apenas a superfície do problema.
Algoritmos complexos de IA podem ser usados por essas empresas para extrair dados sobre você que nem mesmo você sabe sobre si mesmo. Eles podem prever quando as mulheres estão grávidas com base nas compras recentes, às vezes antes que a mãe saiba. Podem prever onde você está indo de férias antes mesmo de pensar em fazer uma reserva.
A China difere ideologicamente do Ocidente por usar todos esses dados pessoais para dar ao Estado maior controle sobre o povo, mas os EUA e a maior parte da Europa usam esses mesmos dados para vender produtos para pessoas, o que eu acho que é um pouco melhor do que colocar pessoas na maior prisão a céu aberto do mundo.
Você deve ter notado como os chamados anúncios personalizados seguem você pela web. Se você assistir a um vídeo no YouTube sobre o smartphone mais recente, será bombardeado com anúncios desse telefone durante a próxima semana. Os anúncios podem ter anunciantes assustadoramente específicos - se quiserem podem optar por segmentar os anúncios para donas de gatos com excesso de peso que moram em uma determinada rua e de idades entre 50 e 54 anos e têm uma preferência secreta pelos MCs Jhowzinho & Kadinho.
Acredite ou não, essa é apenas a ponta do iceberg nas próximas décadas. A publicidade se tornará mais direcionada a você e mais integrada ao longo de sua vida cotidiana, chegando ao ponto em que não dá pra saber o que é e o que não é um anúncio no caminho do seu trabalho. Se você comeu cereal da marca X de manhã, o anúncio saberá disso e, amanhã, vai sugerir você experimentar o cereal da marca Y.
Além disso, seu SmartWatch continuará coletando pistas biométricas para saber como você se sentiu e onde quer que você tenha respondido positiva ou negativamente. Essas informações serão automaticamente transmitidas para que eles saibam se devem ou não mostrar um anúncio ou anúncios semelhantes novamente no futuro. Não importará o que você deseja, mas serão baseados em suas emoções e em como você se sente dia após dia, minuto a minuto.
A tecnologia inteligente e vestível provavelmente será capaz de dizer quando você está tendo um bom dia e quando você você está se sentindo um pouco desanimado e seu humor afetará a publicidade que você recebe em tempo real. Se você estiver otimista e extrovertido, poderá receber anúncios de espetáculos teatrais locais, mas se não estiver com disposição para sair naquela noite, provavelmente receberá anúncios de um novo filme que você pode alugar na sua Smart TV, talvez ao lado de outro anúncio de pizza.
Mas e se seus dados forem usados ​​para mais do que anúncios?

A primeira maneira que seus dados poderiam ser - e já estão sendo - usados ​​contra você é no sistema judicial.

Os depoimentos de testemunhas oculares estão repletos de questões que comprovadamente não são confiáveis ​​por vários motivos, mas o que é extremamente confiável é que a polícia de dados digitais está cada vez mais usando dados coletados de telefones de pessoas e vários dispositivos inteligentes para coletar evidências.
Em um caso judicial recentemente uma mulher na Pensilvânia acusou um homem de estuprá-la durante o sono, mas quando a polícia examinou os registros de dados de sua pulseira Fitbit, revelou que ela estava acordada e passeava no momento em que relatou que o estupro aconteceu. Em vez de o homem ser acusado a mulher foi acusada de falsas denúncias e adulteração de provas. Se não fosse por seu Fitbit, ela poderia ter se safado.
No Ocidente, os bancos e várias empresas financeiras já usam um sistema de pontuação de crédito para decidir se empresta ou não dinheiro a um indivíduo, mas é bastante unidimensional. Ele verifica seu histórico de endereços, seu histórico de votação e o quão bom você tem sido em pagar empréstimos no passado.
Mas há uma nova agência de referência de crédito aos credores, uma empresa sediada em Cingapura que atualmente opera apenas em economias emergentes como o México, Filipinas e Colômbia. Se for um modelo mais lucrativo que o das indústrias tradicionais de pontuação de crédito, será difícil impedir que ele entre nos demais mercados.
Em vez de analisar seus empréstimos, ele analisa seu círculo social, olha de quem você é amigo, o que eles fazem, vê seus hobbies e comportamentos. A idéia é que, se você se cerca de pessoas de "mau viver" (de má reputação, envolvidos em crimes, etc), é menos provável que você seja financeiramente responsável e pague seu empréstimo e assim receberá uma pontuação de crédito baixa.
Mas se o seu círculo de amizades consistir de médicos e advogados que se reúnem no fim de semana, você receberá as melhores notas e a maior pontuação de crédito. Esse tipo de Big Data social continua a entrar no mundo da tecnologia financeira.
Ficará cada vez mais difícil diferenciar do que a China está fazendo agora e aqueles que sofrerão mais serão os jovens de hoje, a próxima geração.
Todos que passaram a maior parte de sua infância no milênio anterior (antes de 2000) só começaram a usar as mídias sociais depois de atingirem a idade adulta. Portanto, a maioria dos dados que eles inseriram na nuvem ameaçadora foi depois da adolescência e esse é o grande problema.
A grande maioria dos dados nunca desaparece. É possível ver os seus tweets e posts no Facebook e e-mails de há mais de 10 anos. Mesmo que você exclua suas contas, elas geralmente permanecem em um servidor em algum lugar do mundo sempre à espreita de sua vida.

A idade em que você começou a publicar on-line importa na questão dos seus dados serem usados ​​contra você por um simples motivo: todos somos bastante idiotas quando adolescentes.

Quando você tem 15 anos e acha que sabe tudo, cada publicação de mídia social sua, aos seus olhos é uma obra-prima para as massas. Então você chega aos 20 anos, olha para trás em todas essas postagens e se encolhe dolorosamente ao ver seu antigo eu.
Agora as mídias sociais e a Internet se tornaram uma parte tão intrínseca da sociedade que é quase impossível que uma criança cresça sem estar um pouco imersa nelas. Hoje, os jovens vivem toda a infância on-line, todas as conversas e atos desde a infância, idade adulta e além estão conectados à esfera dos dados por toda a eternidade, ao contrário da prévia geração.

Os jovens de hoje vão crescer com uma enciclopédia de material embaraçoso e condenador, que eles ou qualquer outra pessoa pode olhar para trás com uma simples pesquisa na Internet.

Isso já está sendo usado agora. Algumas empresas de seguros de saúde estão vasculhando a mídia social das pessoas para verificar se alguma vez postaram sobre ou aludiram a problemas de saúde mental. Mesmo que tenham feito um tweet negativo 10 anos atrás sobre seu estado mental, poderão ter recusada cobertura d​​o seguro de saúde ou serão cobradas uma taxa extra pesada.
Já há pesquisas revelando que pelo menos 70% dos empregadores usam as mídias sociais para selecionar candidatos a emprego. Você poderia recusar um emprego simplesmente porque você fez um post que poderia ter sido considerado racista quando você tinha 14 anos, mesmo que aquela pessoa fosse uma mera sombra da pessoa que você é hoje adulto.
A parte mais assustadora é que esse processo de triagem se tornou completamente automatizado usando a IA. Algumas startups desenvolveram esses algoritmos e já têm serviços on-line que os empregadores podem usar para fazer uma verificação abrangente dos antecedentes sociais de qualquer pessoa simplesmente digitando seu nome. O relatório ainda inclui uma pontuação de confiança gerada por computador.
Isso não apenas lembra da pontuação de crédito social da China, mas é só uma amostra do que é possível usando seus dados e ficará mais intenso e mais controlado à medida que os algoritmos melhorarem e os tesouros de dados se aprofundarem nos próximos anos.
Dados são o novo petróleo. Mais legislação pode ser necessária para transferir a propriedade dos dados das corporações para os indivíduos que os fornecem, mas até isso acontecer (se é que vai acontecer), cabe a você e a si próprio proteger seus próprios dados e decidir se é realmente importante postar fotos das suas refeições mais recentes.

Daqui a cinco anos você poderá estar lutando para limpar seu registro online.

submitted by JairBolsogato to brasil [link] [comments]


Data Storytelling - Stefano carnevalli - Parte01 MINHA DATA PRA SAMP❤ 905MB SO Primeira data comemorativa com lojas oficialmente abertas em Parnaíba ⭕ MENARCA: Como saber a data da PRIMEIRA MENSTRUAÇÃO? New Free internet Data WiFi 2019 - Get Unlimited Internet ... Como saber qual data seu Pc ou Notebook foi formatado? #Formatacao  MICRODATA Internet das coisas: no futuro, tudo será conectado How to Extract Data from ANY Website to Excel (Tutorial ... AUXÍLIO-EMERGENCIAL R$ 600,00 - VEJA DATA DA PRIMEIRA ... Data Science: Introdução a Ciência de Dados (Primeira aula ...

OCP anuncia hoje que a SpaceDC é a primeira instalação OCP ...

  1. Data Storytelling - Stefano carnevalli - Parte01
  2. MINHA DATA PRA SAMP❤ 905MB SO
  3. Primeira data comemorativa com lojas oficialmente abertas em Parnaíba
  4. ⭕ MENARCA: Como saber a data da PRIMEIRA MENSTRUAÇÃO?
  5. New Free internet Data WiFi 2019 - Get Unlimited Internet ...
  6. Como saber qual data seu Pc ou Notebook foi formatado? #Formatacao MICRODATA
  7. Internet das coisas: no futuro, tudo será conectado
  8. How to Extract Data from ANY Website to Excel (Tutorial ...
  9. AUXÍLIO-EMERGENCIAL R$ 600,00 - VEJA DATA DA PRIMEIRA ...
  10. Data Science: Introdução a Ciência de Dados (Primeira aula ...

- O que é Data Storytelling; ... Atua com metodologia ativa em cursos ministrados no SENAC SP e sua primeira iniciativa como empreendedor foi um provedor de acesso a internet em 1996 com dois amigos. O comércio de portas abertas em Parnaíba vai experimentar as vendas na primeira data comemorativa. O dia dos pais eleva a expectativa, embora esteja longe de recuperar os prejuízos. Get ParseHub for free: http://bit.ly/2MgH1PQ Here's to extract data from any website and turn it into a convenient excel spreadsheet. All done using a free w... 👉 - SITE - https://auxilio.caixa.gov.br/ 👉 - APP Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio 👉 - APP iOS (celulares Apple): h... Mas, o que temos para dizer é que existem 3 sintomas da menarca que indicam verdadeiramente a chegada da primeira menstruação. O primeiro, é o surgimento dos seios. Leia com atenção OPA SOU O GEO RENAN MAS MEU NOME E RENAN MESMO ESPERO QUE GOSTEM DA MINHA DATA V1 FIS COM MAIOR CARINHO E DEU TRABALHO A DATA PESA SO 901MB A DATA EU PEGEI COMO BASE A DATA DO ... Internet das coisas ... TEDx Talks 25,152 views. 17:12. O QUE É INTERNET DAS COISAS? - UMA RÁPIDA ... indústria 4.0, internet das coisas, movimento maker, big data - Duration: 11:37 ... Às vezes ficamos na dúvida de quanto tempo faz que não foi formatado o nosso equipamento, seja ele um notebook ou um microcomputador. Neste vídeo mostro como descobrir a data e horário da ... Hello Everyone! Welcome to Donet Tech. This is videos. My channel want to talking you about New Free internet Data WiFi 2019 - Get Unlimited Internet for Fre... ALURA COM 10% DE DESCONTO: https://www.alura.com.br/promocao/filipedeschamps ÍNDICE: 01 - Diferença entre todos os termos: https://www.youtube.com/watch?v=...